Morumbi é tombado e será uma zona de preservação cultural

Foto: Reprodução

O estádio é o campo de treinamento do São Paulo Futebol Clube e foi inaugurado em 1960

A Prefeitura de São Paulo emitiu um comunicado informando que o Estádio do Morumbi será tombado e a aprovação será homologada em breve. O espaço também passará a ser considerado uma zona de preservação cultural.

Com o tombamento, mudanças radicais nas arquibancadas, fachadas, entre outros locais do estádio ficarão impossibilitadas. De acordo com o diretor de infraestrutura do São Paulo, Eduardo Rebouças, muitas pessoas não sabem o que, de fato, foi tombado no local.

“O que foi tombado é o projeto de arquitetura do Vilanova Artigas. Quando você tomba o projeto dele, você não mexe mais nesse processo de numeradas e nem na fachada. Para conseguir isso, seria uma briga desgraçada, e não acredito que conseguiria. O Pacaembu não conseguiu”, contou Rebouças.

O clube ainda aguarda a homologação para saber quais serão as condições de uso a partir de agora, mas já estão cientes de que não deverão fazer pequenos reparos. Tudo será devidamente informado e ´previamente analisado e aprovado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp).

Além disso, o São Paulo estava fazendo uma série de reformas no local para 2019 por conta da Copa do Brasil, cujo investimento estava em torno de R$150 milhões. O tombamento não interfere nesses trabalhos.

*Da redação com informações da Agência Brasil

Conteúdo Publicitário