29.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

Inteligência Artificial: ‘Quem não se adaptar vai sofrer’, diz especialista

Discussão sobre inteligência artificial foi foco da 3ª edição do conecta.ceo, que reuniu mais de 100 líderes empresariais em Vitória

Por Mariah Friedrich

“Quem não abraçar a transformação ou está alienado ou vai sofrer”, alertou o empresário, conselheiro e consultor Alexandre Fialho na última quinta-feira (16) na palestra que abriu a terceira edição do conecta.ceo, que reuniu mais de 100 diretores e executivos de grandes empresas capixabas no Hotel Golden Tulip em Vitória para debater temas relacionados à economia e tecnologia com nomes de peso do cenário nacional e internacional.

- Continua após a publicidade -

O evento promovido pelo Base27, o maior Hub de Inovação do Espírito Santo, e co-realizado pela Timenow, mantenedora do Hub e uma das 5 maiores empresas de engenharia consultiva do Brasil, foi marcado por uma imersão profunda em inteligência artificial (IA). 

Com a palestra de tema “O novo papel do CEO e o futuro da liderança”, Alexandre ressaltou a necessidade dos líderes se adaptarem à rapidez das transformações sociais e produtivas, além das ferramentas contemporâneas, como inteligência artificial, para manter a competitividade e relevância no mercado atual.

“Precisamos pensar sobre nossa existência neste contexto de transformação. Os líderes precisam repensar a forma de atuar em suas empresas e se adaptar à nova dinâmica de uso da máquina”, apontou o consultor na ocasião.

Walter Longo, especialista em inovação e transformação digital, discursou sobre “Inteligência Artificial: Surfando no Tsunami”. Ele ressaltou que a IA não é apenas sobre algoritmos, mas sobre a interação humana com a tecnologia, o que exige o desenvolvimento de novas habilidades de imaginação, expressão e repertório.

Inteligência Artificial: 'Quem não se adaptar vai sofrer', diz especialista
Walter Longo é especialista em inovação e transformação digital – Foto: Divulgação

“É uma franja de tempo, um hiato de tempo que exige que nós tomemos uma decisão, se queremos continuar sendo normais ou se queremos ser exponenciais”, indicou o publicitário e administrador de empresas.

O evento também contou com um painel com a participação de Frederico Comério, CTO da Intelliway, e Fabiana Dutra, Diretora de Pessoas, Cultura e Transformação da Timenow, sobre os impactos setoriais da IA generativa e como diversos setores estão suscetíveis à disrupção por essa tecnologia.

Michele Janovik, CEO do Base27, destacou o papel crucial do Hub no desenvolvimento inovador do Estado. “Estamos formando mentes inovadoras que transformarão empresas e o ecossistema. O Base27 atua como ponte entre a academia e o mercado de trabalho, conectando genuinamente as pessoas, um atributo humano essencial”, afirmou a diretora.

Antônio Toledo, CEO da Timenow, enfatizou a importância das conexões no fortalecimento das empresas locais. “O Base27 está criando um ecossistema robusto no Espírito Santo. A força está nas conexões, que vão transformar o estado em um lugar ainda mais dinâmico e próspero”, compartilhou o empresário.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA