24.4 C
Vitória
domingo, 19 maio, 2024

Especialista explica desempenho ruim da internet capixaba

Internet fixa do Espírito Santo foi apontada como a de pior desempenho no Sudeste

Por Gustavo Costa

Após o prêmio MelhorPlano.net 2024 apontar que o Espírito Santo tem, como resultado de uma conexão lenta e oscilante, o título de pior performance de banda larga da região Sudeste, a ES Brasil procurou o gerente de produto do MelhorPlano.net, Alexandre Martins, para saber as razões dessa posição tão ruim.

- Continua após a publicidade -

O Estado apresentou velocidade média de download de 143,33 Mbps. Segundo Martins, para fazer a medição, a metodologia se baseou em testes de velocidade realizados no site Minha Conexão, o principal teste de velocidade brasileiro. “O usuário acessa e consegue fazer um teste da conexão e ver o resultado, como que tá o download, o upload, o ping da conexão, e ter esse feedback, um diagnóstico de rede. Hoje, a gente tem muitos usuários que acessam o Minha Conexão. A gente tem mais de 2 milhões de testes todos os meses. Com base nesses testes, fazemos os estudos. Existe todo um algoritmo, no qual a gente agrupa usuários e fazemos uma análise comportamental para poder identificar usuários humanos”, falou.

De acordo com Martins,  a análise levou em consideração os dados do ano de 2023, de janeiro até dezembro.

A pesquisa mostrou ainda que provedores de pequeno porte são mais velozes que as operadoras nacionais no Espírito Santo, além de registrarem melhor satisfação entre usuários no período. No entanto, de acordo com Martins, essa fenômenos não está restrito só ao Estado. “A gente observa isso no Brasil todo. Muitas vezes o provedor regional  consegue se ajustar melhor para o perfil socioeconômico daquela região e com isso, oferece serviços mais em conta ou com melhor qualidade, com mais personalização para cada perfil de consumidor. Como o provedor nacional ele tem uma operação maior, tem encargos maiores, tem uma burocracia maior. Existe uma dificuldade que eles tenham essa mesma qualidade de entrega”, falou.

Como melhorar

Para o gerente da premiação MelhorPlano.net, o segredo para que a internet do Estado possa melhorar está na qualidade. “Primeiro, realmente oferecer redes de melhor qualidade. Oferecer fibra até a residência. Isso é algo que nem todas as operadoras oferecem hoje ainda: um suporte que atende fácil às ocorrências. Cortou um cabo, teve um problema,  uma interrupção de rede, lentidão na região, esse suporte tem que atender os usuários o mais rápido possível e conseguir fazer as correções”. 

Além disso, há a questão física da rede. De acordo com Martins, boa parte da qualidade da rede é de responsabilidade do provedor, mas existe uma outra que fica por conta do consumidor, quando não deveria. “Às vezes o consumidor está muito distante do roteador, seja pelo fato do roteador estar posicionado em uma região distante do centro da residência, seja por ele estar perto de paredes que são muito grossas, que acabam afetando a qualidade do sinal. Às vezes você está com uma conexão boa, mas o seu dispositivo para conectar tem limitações que não deixam ele ter esse acesso a essa velocidade. E isso é um papel que o provedor”, apontou. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA