27.9 C
Vitória
segunda-feira, 17 junho, 2024

ES inicia debates do Plano de Cultura

ES inicia debates do Plano de CulturaNovo plano deve ser implementado nos próximos dez anos. Elaboração vai contar com ampla participação popular.

Foi realizada na última quinta-feira (11), no Palácio Anchieta, a solenidade para o início da elaboração do Plano Estadual de Cultura (PEC-ES). Na ocasião, também tomou posse a nova composição do Conselho Estadual de Cultura (CEC), para o biênio 2012-2014.

- Continua após a publicidade -

O Plano será implementado nos próximos dez anos e estabelecerá uma política cultural que ultrapasse as gestões de governo, funcionando como um instrumento de planejamento estratégico para o próximo decênio. A fim de atender às reais demandas culturais do Espírito Santo, a sua elaboração deverá contar com ampla participação popular.

Na solenidade foi assinada a portaria que institui o Fórum Estadual de Elaboração do PEC-ES – instância formada por representantes do Poder Público e da Sociedade Civil que conduzirão o Plano e criarão condições para sua formulação.

“Quando assumimos o Governo em 2011, entre os nossos objetivos estruturantes, estava a determinação de fazer uma gestão mais transparente e participativa, em todas as áreas, e na Cultura não poderia ser diferente. Por isso, além de colocarmos o nosso Conselho em funcionamento, convocamos a sociedade a participar, efetivamente, do processo de elaboração do Plano Estadual de Cultura capixaba, como prova de que a cultura seguirá, durante a nossa gestão, como instrumento de inclusão e de transformação social, porque o nosso objetivo maior é fazer mais para quem mais precisa”, disse, na ocasião, o governador Renato Casagrande.

Para o secretário de Estado da Cultura, Maurício Silva, a criação do Fórum de Elaboração do PEC-ES é um marco para a história da política cultural capixaba. “A implementação do PEC-ES é um primeiro grande passo para fazer a política cultural ganhar continuidade. Tal conquista da sociedade vem para efetivar o acesso pleno aos meios de produção e de fruição cultural”, afirmou.

O Plano será formulado através de um amplo e democrático processo de escutas públicas, que vão da realização de seminários territoriais nas dez microrregiões do Estado até a consultas virtuais.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA