20.9 C
Vitória
segunda-feira, 29 novembro, 2021

Dominado pelos EUA, Brasil fica com a prata no vôlei feminino

Os principais problemas enfrentados pela seleção brasileira: a defesa norte-americana, o bloqueio e as dificuldades no passe

Por Patricia Scott

Diante de um adversário forte, o Brasil, mesmo com todo o esforço, perdeu para os Estados Unidos no vôlei feminino. Neste domingo, na final das Olimpíadas de Tóquio, a seleção brasileira não conseguiu fazer frente às norte-americanas, na Arena Ariake. A seleção de José Roberto Guimarães foi dominada durante todo o jogo. Resultado: perdeu em 3 sets a 0, ficando em parciais 25/21, 25/20 e 25/14. As meninas deixam os jogos olímpicos com a medalha prata.

Nervoso, o time do Brasil desfalcado, já que Tandara foi desligada da equipe após flagra em exame antidoping, errou muito na partida. Conclusão, as norte-americanas dominarem todo o jogo. As brasileiras erraram bolas simples, incluindo saques não forçados e tempos de bola de levantamento. Os principais problemas enfrentados pelo Brasil: a defesa norte-americana, o bloqueio e as dificuldades no passe.

Gabi foi responsável pelos principais ataques brasileiros na partida, mas não foi suficiente para reverter o quadro do jogo. Terminou com 10 pontos, atrás apenas de Fernanda Garay, com 11, maior pontuadora brasileira na partida.

As meninas brasileiras, mesmo com a prata, encerram as Olimpíadas de Tóquio como a única equipe de vôlei do Brasil a subir no pódio no Japão. Esse é o primeiro ouro olímpico do time dos Estados Unidos, o atual número um do mundo.

A seleção brasileira fez uma boa campanha mesmo com um ciclo olímpico conturbado, com problemas envolvendo a Covid-19 e a dificuldade de Zé Roberto de montar um time ideal diante de um cenário de incertezas e problemas físicos. As brasileiras não chegaram como favoritas à medalha de ouro.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade