23.3 C
Vitória
sábado, 20 abril, 2024

Diretor revela que Cristiano Ronaldo ‘não teria espaço’ no Bayern

Salihamidzic ainda foi questionado sobre outro atacante de alto quilate que estava no mercado, o norueguês Haaland

Cristiano Ronaldo ainda sonha em deixar o Manchester United nesta reta final de janela de transferências Mas continua sem encontrar pretendentes em seu futebol. Nesta terça-feira, o ex-jogador e atualmente diretor esportivo do Bayern de Munique, Hasan Salihamidzic, deixou claro que o português “não teria espaço” no clube bávaro.

O camisa 7 do clube inglês se ofereceu para jogar no poderoso time alemão, que sequer quis ouvir os planos do experiente atacante de 38 anos. O clube já havia contratado o senegalês Sadio Mané, garantido a permanência do veterano Müller e renovado com jovens promissores que já se destacam nesta abertura de temporada, casos de Gnabry, Sané, Coman e Musiala.

- Continua após a publicidade -

A confiança no atual elenco é tão grande que até a saída de Lewandowski parece não ter feito falta no grupo. Ao menos o polonês serviu de exemplo para Hasan Salihamidzic explicar em podcast do Bild o motivo de não se interessar por Cristiano Ronaldo.

“Se olharmos para o nosso ataque atual, mesmo sem Lewandowski, parece difícil do ponto de vista esportivo e financeiro (a entrada de Cristiano Ronaldo)”, explicou. “Temos oito jogadores para quatro posições, jogadores experientes que estão vivendo seu melhor momento futebolístico e também talentos a quem queremos dar minutos e, por isso, todos escolhemos continuar com o nosso plano”, seguiu. “Portanto, ele estava fora dos nossos planos e fora de discussão. Estamos muito felizes com o nosso elenco.”

Salihamidzic ainda foi questionado sobre outro atacante de alto quilate que estava no mercado, o norueguês Haaland. O dirigente não escondeu ter procurado o ex-jogador do Borussia Dortmund, que acabou no Manchester City.

“Tivemos algumas conversas e isso não é nenhum segredo. Tínhamos algumas coisas em mente que podíamos fazer. No final não ocorreu por diversas razões”, disse. “Não culpo o jogador, ele escolheu o que achou melhor para ele e vamos ver nessa ou em duas temporadas se fez o certo. Mas creio que fizemos o melhor para nós, temos rapazes excepcionais aqui.”

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA