20.9 C
Vitória
terça-feira, 24 maio, 2022

CULTURA FAMILIAR

familia executiva
foto: reprodução

Preferência por executivos familiares

No Brasil, apenas 16% das empresas controladas por famílias possuem um CEO não-familiar, como aponta pesquisa da KPMG, de 2016. Esse dado demonstra uma forte cultura empresarial de manutenção da gestão dos negócios nas mãos da família. O desafio, portanto, está no desenvolvimento permanente dos membros familiares, de modo a possibilitar a constante produção de talentos e bons líderes que garantam a longevidade da empresa.


Leia mais

EMPRESAS FAMILIARES BEM-SUCEDIDAS

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade