23 C
Vitória
segunda-feira, 1 março, 2021

Contratações em linha com fundo de aval do BNDES já somam R$ 3,3 bi

Os empréstimos devem ser de, no mínimo, R$ 5 mil, e, no máximo, R$ 10 milhões por cliente em cada banco repassador. Saiba mais!

Por Vinicius Neder (AE)

As contratações de empréstimos no âmbito do Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (Peac), com garantias do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI), o fundo de aval do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), já somam R$ 3,3 bilhões, informou nesta sexta-feira, 31, a instituição de fomento.

O Peac foi criado por meio de Medida Provisória (MP), que autorizou um aporte inicial de R$ 5 bilhões no FGI e flexibilizou suas regras, para estimular seu uso pelos bancos comerciais. A MP foi convertida em lei em votação final no Senado Federal na última quarta-feira, 29, e agora vai a sanção presidencial.

Conforme constava desde a MP, o valor total dos aportes do Tesouro Nacional no FGI poderá chegar a R$ 20 bilhões até o fim do ano, como revelou o Estadão/Broadcast em abril. Os aportes serão feitos a medida que haja demanda. De acordo com a capacidade de alavancagem do fundo de aval, o montante total de R$ 20 bilhões poderia garantir R$ 100 bilhões em empréstimos.

Segundo o BNDES, o Peac começou a ser operacionalizado em 30 de junho, e, atualmente, tem 28 agentes financeiros habilitados para oferecerem empréstimos lastreados pelo FGI. Desde então, 2 374 pequenas e médias empresas contrataram crédito com aval do BNDES. “Estima-se que esse crédito garantido propicie a manutenção de cerca de 193 mil postos de trabalho”, diz a nota divulgada pelo BNDES.

Pelas regras do Peac, os financiamentos garantidos pelo BNDES devem ser contratados até 31 de dezembro. Podem recorrer aos avais empresas que faturaram entre R$ 360 mil e R$ 300 milhões em 2019.

Os empréstimos devem ser de, no mínimo, R$ 5 mil, e, no máximo, R$ 10 milhões por cliente em cada banco repassador. O prazo de carência das operações deve ser de no mínimo 6 e no máximo 12 meses, e o prazo total para pagamento do empréstimo deve ficar entre 12 e 60 meses.

Os juros não poderão passar de 1% ao mês. A ideia é que, com a garantia do BNDES, as taxas caiam abaixo disso.

“A taxa de juros para os empréstimos contratados com garantia do programa será negociada entre a empresa e o agente financeiro. No entanto, a taxa média praticada por cada agente financeiro em sua carteira não poderá exceder 1% ao mês, sob pena de redução da cobertura do programa”, diz a nota do BNDES.

 
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Microcrédito do Banestes alcança R$ 103 milhões para 11 mil empreendedores

Esta é a quantidade de recursos repassados a pequenos negócios durante o ano de 2020 e beneficiou todos os municípios do Estado.

Banco Central aprova indicação de novo presidente do Bandes

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo

Caixa lança cartão Elo Diners Club com benefícios e pontuação

  A empresa oferece isenção na primeira anuidade para os clientes que contratarem o serviço nos três primeiros meses do lançamento Por Luísa Laval (AE) A Caixa...

Lira diz que PEC não é salvo-conduto para parlamentares cometerem crimes

O Congresso erra quando não se posiciona e não esclarece os fatos Por Thiago Faria, Elizabeth Lopes e Sofia Aguiar (AE) O presidente da Câmara dos...

Mulheres estão cada vez mais atuantes no mercado financeiro

Apesar do recorde histórico de participação feminina, elas ainda são apenas 26% do total de investidores.

CVM e BID firmam convênio com foco em desenvolvimento sustentável e fintechs

As ações serão desenvolvidas por meio da colaboração do Laboratório de Inovação Financeira (LAB), do qual as instituições são fundadoras, em projetos executados pelo BID.

ES Brasil Digital

ESBrasil-185
Continua após publicidade

Fique por dentro

MEI tem que fazer a declaração do Imposto de Renda 2021?

Microempreendedores individuais devem ficar atentos ao teto de isenção do imposto.

Microcrédito do Banestes alcança R$ 103 milhões para 11 mil empreendedores

Esta é a quantidade de recursos repassados a pequenos negócios durante o ano de 2020 e beneficiou todos os municípios do Estado.

Desemprego em 2020 é o maior registrado desde 2012 no Brasil

Informações do IBGE mostram que taxa de desocupação média no ano passado representa 13,4 milhões de pessoas sem trabalho.

Banco Central aprova indicação de novo presidente do Bandes

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo

Vida Capixaba

Setor Multimídia da Biblioteca Pública do Espírito Santo oferece cursos gratuitos

As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 25 de março

Expo Condomínio Completo apresenta protocolos sanitários e de biossegurança

Desde novembro de 2020, grandes eventos já vêm acontecendo no Espírito Santo

COVID-19: Quais as consequências para quem optar por não tomar a vacina?

Desde que foi anunciado o início da vacinação contra a COVID-19, capixabas passaram a se dividir em dois grupos. Os que querem e os que não querem

Cooabriel participa de reunião com OCB, Mapa e Banco Central

A Cooabriel participou, com mais duas cooperativas capixabas do Ramo Agropecuário, de uma reunião no dia 18 de fevereiro com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos
Continua após publicidade