21 C
Vitória
segunda-feira, 22 DE julho DE 2024

Carnaval de Congo de Máscaras de Roda D’Água

Com 100 anos de tradição evento acontece em Cariacica na próxima segunda (17)

Está chegando a maior festa do folclore cariaciquense! O Carnaval de Congo de Máscaras de Roda D’Água será realizado na próxima segunda-feira, dia 17, quando se celebra o Dia de Nossa Senhora da Penha, padroeira do Estado.

A Associação de Bandas de Congo de Cariacica (ABCC), com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), preparou uma programação especial para os festejos, que acontecem no Campo do América, em Roda D’Água. A entrada é gratuita.

- Continua após a publicidade -

A concentração das bandas começa às 7 horas, na Bica do Luiz, em Roda D’Água. Logo após, haverá um cortejo com a imagem de Nossa Senhora da Penha, em direção ao Campo do América, onde será realizada uma missa congueira, por volta das 10 horas. O cortejo, claro, terá a ilustre presença do João Bananeira, ícone do folclore de Cariacica.

O carnaval também terá apresentações do grupo musical Ana Porfírio e Banda, Cia. Cumby, Grupo Moxuara e bandas de congo Mestre Tagibe, Santa Izabel, São Benedito de Boa Vista, São Benedito de Piranema, São Sebastião de Taquaruçu e Unidos de Boa Vista.

A festa também vai contar com bandas de congo convidadas: Apae de Campo Grande; Cultura e Congo de Bicanga e Nossa Senhora do Rosário de Pitanga, da Serra; Amores da Lua e Panela de Barro, de Vitória; Mestre Honório e o grupo de congo Madalena’s do Jucu, de Vila Velha

“O Carnaval de Congo de Máscara de Roda D’Água é patrimônio cultural imaterial de Cariacica. Daí o empenho da atual gestão em fomentar a cultura congueira de uma maneira ampla, mas, em especial, o Carnaval de Congo de Máscara, evento centenário que já virou uma tradição cariaciquense e capixaba”, disse o secretário de Cultura e Turismo Alvarito Mendes Filho.

“Dar visibilidade a essa tradição centenária que faz parte do contexto histórico-cultural do povo cariaciquense promove o sentimento de pertencimento da comunidade congueira. Esse é o maior legado da festividade”, afirma o presidente da Associação de Bandas de Congo de Cariacica (ABCC), Jefferson de Azevedo Fernandes.

Na festa do congo haverá vários estandes com venda de alimentos para a população, oficina de confecção de máscaras do João Bananeira e da Associação dos Produtores de Artesanato de Cariacica (Aproac). Não será permitida a entrada de isopor e garrafas de vidro no local.

Mascarados

A festa também terá a participação dos mascarados, que são pessoas da comunidade que perpetuam a tradição folclórica do personagem João Bananeira. Com o rosto coberto pela máscara e o corpo tapado com folhas de bananeira, eles se juntam ao cortejo e brincam com o público.

Segundo relatos dos mais antigos, no meio da procissão, negros escravizados colocavam máscaras para cobrir os rostos e até mesmo usavam meias nos braços para não serem identificados e, assim, participarem dos festejos. Com o tempo, transformou-se numa brincadeira que foi incorporada à tradição da festa.

Carnaval de Congo de Máscaras de Roda D'Água

Tradição

A tradição do congo em Roda D’Água é passada de pai para filho e se mantém viva até os dias atuais. Sua origem remonta há mais de 100 anos, de acordo com a memória dos mestres.

O congo de máscaras, que antes era só uma caminhada concentrada na comunidade, chamada de Carnaval de rua, atualmente recebe pessoas de vários lugares do Estado para acompanhar e conhecer o congo e o personagem folclórico João Bananeira.

Com o crescimento e reconhecimento da festividade, o Carnaval de Congo de Máscaras de Roda D’Água se transformou em uma das maiores comemorações populares do Espírito Santo.

Serviço

Carnaval de Congo de Máscaras de Roda D’Água

Quando: próxima segunda-feira, dia 17

Onde: Campo do América, Estrada de Roda D’Água, em Roda D’Água

Entrada gratuita

Programação

    • 7 horas: concentração das bandas na Bica do Luiz. Participação das bandas de Cariacica Mestre Tagibe, Santa Izabel, São Benedito de Boa Vista, São Benedito de Piranema, São Sebastião de Taquaruçu e Unidos de Boa Vista. A festa também vai contar com bandas de congo convidadas: Apae de Campo Grande; Cultura e Congo de Bicanga e Nossa Senhora do Rosário de Pitanga, da Serra; Amores da Lua e Panela de Barro, de Vitória; Mestre Honório e o grupo de congo Madalena’s do Jucu, de Vila Velha
    • 10h10: Missa Congueira no Campo do América com Padre Carlos, da Paróquia do Bom Jesus, Comunidade Sagrada Família e participação das bandas de congo
    • 12h: apresentação do grupo Ana Porfírio e Banda
    • 13h: apresentação do grupo musical Cia. Cumby
    • 14h: apresentação do Grupo Moxuara
    • 15h10: encontro das bandas de congo
    • 17h: apresentação no palco dos mestres das bandas de congo de Cariacica
    • 18h: encerramento oficial com a canção “Ave Maria” acompanhada por tambores de congo

Com informações da Prefeitura de Cariacica

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

FIQUE POR DENTRO

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -