24.4 C
Vitória
sábado, 4 dezembro, 2021

Câmara de Vitória vai escolher banco para pagamento de servidores

A intenção da licitação é vender a folha de pagamento da Câmara e gerar receita para o Legislativo, assim como fez a Prefeitura de Vitória

por Samantha Dias 

A Câmara Municipal de Vitória planeja realizar uma licitação para escolher um banco e ceder a folha de pagamento dos servidores. A intenção da licitação é vender a folha de pagamento da Câmara e gerar receita para o Legislativo.

A expectativa é de que a transição renda, ao menos, R$ 500 mil de retorno à Casa de Leis. Isso porque, diferente de uma licitação para compra de produtos ou contratação de empresa prestadora de serviços, a instituição financeira vencedora deverá pagar à Câmara de Vitória para administrar os serviços de processamento e gerenciamento dos créditos da folha de pagamento dos servidores.

O presidente da Câmara, vereador Davi Esmael (PSD), e o vereador Armandinho Fontoura (Podemos) se reuniram com o secretário de Fazenda de Vitória, Aridelmo Teixeira, buscando uma colaboração técnica, pois a prefeitura de Vitória realizou uma licitação nessa área e vendeu a folha de pagamento da prefeitura para o Bradesco. Segundo informações da Câmara, o executivo conseguiu receber R$ 39,1 milhões, 50% acima do valor esperado.

O objetivo, segundo Davi, é encontrar um banco com boa carteira de produtos e serviços, além de tradição no mercado, e que já trabalha com a folha de pagamento de outros órgãos públicos, perfazendo assim uma operação moderna, transparente, lucrativa e que atenda aos servidores.

“A iniciativa é inovadora e corrobora a nossa ideia de gestão, que preza pela modernidade. Todo recurso obtido com a licitação será investido na modernização da Câmara de Vitória”, diz o presidente da Casa.

Nos próximos dias será formado um grupo de trabalho para dar início ao processo licitatório.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade