Cachoeiro Stone Fair continua impulsionando o setor de rochas no ES

Foto: Divulgação

A feira, que completou 30 anos, foi realizada entre os dias 27 e 30 de agosto e contou com mais de 180 empresas expositoras

A Cachoeiro Stone Fair 2019 chegou ao final, mas o saldo foi muito positivo para o Espírito Santo. Celebrando 30 décadas, a primeira feira de rochas ornamentais da América Latina, foi realizada entre os dias 27 e 30 de agosto e atraiu um público qualificado e muitos negócios.

Foram mais de 17 mil visitantes, vindos de estados brasileiros, do Distrito Federal e de mais 16 países, como Estados Unidos, China, México, Itália e Rússia. Além disso, contou com mais de 180 empresas expositoras, que aproveitaram o momento para fazer networking e firmar parcerias.

Presidente do Sindirochas, Tales Machado, afirmou que esta edição cumpriu seu objetivo de reunir empresários e compradores em um só lugar. “A feira teve um resultado muito bom, superou a expectativa dos empresários e reuniu um público além do esperado. Durante os quatro dias, foram apresentadas várias novidades em insumos, tecnologia para a mineração, processamento e beneficiamento, além de requintados materiais com os diferenciais que só as rochas ornamentais oferecem. Muitos negócios foram fechados no evento e outros iniciados que terão continuidade ao longo do ano”, destacou.

O presidente do Centrorochas, Frederico Robison, lembrou que a feira reforçou a grandiosidade do Espírito Santo frente ao arranjo produtivo do setor no mercado nacional e internacional. “O evento é muito importante para toda a cadeia de rochas ornamentais e, além de ser realizado em um dos maiores conglomerados fabris do mundo, traz novidades e contribui para a realização de novos negócios”, disse.

Já o presidente da Abirochas, Reinaldo Sampaio, ressaltou que a expectativa deste ano foi alcançada. “Foi uma percepção geral que em 2019 a feira aumentou em relação ao ano passado, o que é uma sinalização muito interessante, principalmente porque a economia brasileira não tem nenhum sinal de retomada. Então tudo indica que o setor está encontrando uma forma de ampliar seu mercado”, observou.

As empresas expositoras também manifestaram a satisfação ao participar do evento. O diretor da Rexfort, Márcio Migliavacca, parabenizou a organização. “Dá para ver o quanto essas ações de divulgação e fortalecimento estão refletindo na feira. Desde o primeiro dia nós tivemos uma visitação qualificada, eu diria que, inclusive, a melhor desses 11 anos que a empresa expõe no evento”, ressaltou ele.

Para o diretor comercial da Magban, Gonçalo Pena Machado, o empenho da organização deu direcionamento mais profissional à feira. “A Cachoeiro Stone Fair é um momento oportuno para aproximação com os clientes, parceiros e também para buscar novas oportunidades no mercado. Mais uma vez, a feira foi fantástica e tivemos retornos muito positivos”, pontuou.

A Cachoeiro Stone Fair é uma realização da Milanez & Milaneze, empresa do Grupo VeronaFiere, com promoção do Sindirochas e Cetemag e apoio da Abirochas e da Academia das Rochas.

Outros projetos

Durante o evento foram realizados vários projetos especiais. Entre eles, o Portas Abertas, o Clube do Marmorista e a primeira edição do Encontro Nacional de Distribuidores de Chapas, em parceria com a Abirochas, fizeram sucesso entre os participantes.

O Portas Abertas foi realizado pela terceira vez e contou com a participação de mais de 80 pessoas, que conheceram de perto o funcionamento de 17 empresas. Para a arquiteta Thais Figueiredo, que veio de Belo Horizonte (MG), o  evento fez toda a diferença. “Além de termos a oportunidade de ver o material de perto, esse projeto fortalece nossa relação com nossos clientes, pois eles veem que estamos procurando nos atualizar, participar de eventos e isso aumenta a confiança deles no nosso trabalho”, pontuou.

No Clube do Marmorista, cerca de 60 compradores selecionados, entre distribuidores e marmoristas de todas as regiões brasileiras, visaram a ampliar os negócios no setor. E o projeto fez muito sucesso na feira.

O casal Ana Paula e Eduardo Fonseca, de Minas Gerais, contou que já conhecia a feira e que trabalha com algumas empresas de Cachoeiro de Itapemirim, mas essa foi a primeira vez que vieram por meio do projeto e se surpreenderam. “Foi uma surpresa muito positiva. Eventos paralelos, como o Portas Abertas, nos possibilitaram fazer ótimos contatos e conhecer outras empresas que ainda não são parceiras, mas com certeza serão a partir de agora. Essa experiência foi completamente diferente de todas as outras”, contaram.

Com o objetivo de discutir o setor de rochas ornamentais sob a visão dos distribuidores de chapas de todo o Brasil, a Abirochas promoveu, também, o primeiro Encontro Nacional de Distribuidores de Chapas. Em uma tarde de discussões positivas, foi realizada a apresentação do projeto Academia das Rochas, voltado para o mercado interno e design valorizando o marmorista, e o levantamento de demandas coletivas.

Conteúdo Publicitário