23.8 C
Vitória
quinta-feira, 18 abril, 2024

Cabozantinibe é aprovado para tratamento de câncer diferenciado de tireoide

O câncer de tireoide é o nono tumor mais comum no mundo, de incidência três vezes maior em mulheres que homens

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou em 26/12/2022 o inibidor multiquinases Cabometyx® (levomalato de cabozantinibe) para o tratamento de pacientes adultos com câncer diferenciado da tireoide (CDT) localmente avançado ou metastático, refratário ou não elegível a iodo radioativo (RAI) que progrediram durante ou após a terapia sistêmica prévia.

O tratamento está aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) desde maio. A aprovação foi baseada nos resultados do estudo de Fase III COSMIC-311, que demonstrou melhora significativa na sobrevida livre de progressão da doença para pacientes versus placebo. O estudo mostrou, após acompanhamento de 6,2 meses, que pacientes tratados com Cabometyx® tiveram uma redução de 78% no risco de progressão da doença ou morte em comparação ao grupo tratado com placebo 1

- Continua após a publicidade -

O câncer de tireoide é o nono tumor mais comum no mundo, de incidência três vezes maior em mulheres que homens. No Brasil, é o terceiro tumor mais frequente em mulheres na Região Sudeste e na Região Nordeste (sem considerar o câncer de pele não-melanoma). 2

Os carcinomas diferenciados são os tipos mais frequentes. Cerca de 5% a 15% dos casos do câncer diferenciado de tireoide tornam-se refratários ao tratamento, ou seja, os remédios não chegam a fazer o efeito que deveriam. Quando isso ocorre, o prognóstico prevê uma sobrevida estimada de três a cinco anos. 2

“Os pacientes com câncer diferenciado de tireoide, que antes tinham opções muito restritas de terapia em casos de metástase ou quando a doença progredia, agora podem contar com mais um tratamento, de forma segura e com qualidade de vida”, afirma Vanessa Fabricio, diretora médica da Ipsen.

Cabometyx® é um inibidor de multiquinases, que bloqueia a ação de proteínas chamadas receptoras de tirosina quinase (RTKs). Os RTKs estão envolvidos no crescimento celular e no desenvolvimento de novos vasos sanguíneos. Estas proteínas podem estar presentes em grandes quantidades nas células cancerígenas. Ao bloquear sua ação, o Cabometyx® retarda o crescimento do tumor e ajuda a bloquear o fluxo sanguíneo que favorece o câncer 3

O estudo de fase 3 COSMIC-311, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, reuniu 258 participantes diagnosticados com câncer diferenciado de tireoide, refratários à radioiodoterapia e previamente tratados com terapia direcionada ao receptor do fator de crescimento endotelial vascular (VEGFR), demonstrando que esse perfil de pacientes pode ser beneficiado com uma linha adicional de tratamento com cabozantinibe. O desfecho primário foi sobrevida livre de progressão.1

Referências

  1. Brose et al., Cabozantinib for radioiodine-refractory differentiated thyroid cancer (COSMIC-311): a randomised, double-blind, placebo-controlled, phase 3 trial. Lancet Oncology 2021; 22:8. DOI: https://doi.org/10.1016/S1470-2045(21)00332-6
  2. Instituto Nacional de Câncer – INCA: https://www.gov br/inca/pt-br/assuntos/ cancer/tipos/ tireoide
  3. CABOMETYX® Product Monograph. Ipsen Biopharmaceuticals Canada Inc. 27 April 2022.

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA