22.9 C
Vitória
domingo, 21 abril, 2024

Bernie Ecclestone se rende ao talento de Max Verstappen

“É o melhor piloto de todos. Antes eu dizia que era Alain Prost, mas agora acredito que Max seja o melhor piloto de todos os tempos”, declarou

Ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone não deixa de acompanhar uma corrida. Prestes a completar 93 anos, grande parte deles trabalhando na modalidade, o antecessor de Stefano Domenicali disse que o calendário com mais de 20 corridas é exagero – serão 22 em 2023 – e definiu o futuro tricampeão, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, como “o melhor piloto de todos os tempos”.

Em entrevista para o Daily Mail quando se preparava para mudança de Gstaad, na Suíça, para Ibiza, onde vai morar, Ecclestone disse que as temporadas da Fórmula 1 “deviam ter 18 corridas de prestígio”, para não prejudicar o trabalho das escuderias. A atual temporada teve o GP da China descartado e de Ímola cancelado, reduzindo para 22 provas. Na sua visão, um exagero.

- Continua após a publicidade -

Mas o que chamou a atenção foi quando questionado sobre Verstappen. Ecclestone surpreendeu ao mostrar-se bastante encantado com o piloto da Red Bull, que está muito perto de conquistar seu terceiro título seguido.

“Max é o melhor piloto de todos os tempos, não há dúvidas disso. Antes eu dizia que era (o francês) Alain Prost, mas agora acredito que Max seja o melhor piloto de todos os tempos”, declarou. “É o que mais se destaca, é o mais brilhante em termos de tirar o máximo do carro. Ele não brinca, ele acerta no programa. Na minha lista ele está acima de Lewis Hamilton”, comparou com o heptacampeão.

Ecclestone explicou sua escolha e fez uma comparação entre o holandês e o inglês da Mercedes. “Lewis é obviamente super, super brilhante, super, super talentoso. Lewis entende as pessoas e tira o melhor proveito delas, enquanto Max tira o melhor proveito do carro. Ele é muito diferente de Max. Quando Lewis parar de correr, ele poderá entrar num mundo diferente, entretenimento ou qualquer outra coisa, mas esse não será o caminho que Max poderia seguir”, disse.

E continuou na comparação. “Vou lhe dizer que Max é um de nós. Na nossa esfera da Fórmula 1, ninguém é como Lewis, ninguém é. Acho que no início ele era um pouco diferente das outras pessoas Na escola eu era um pouco menor, então é um pouco diferente também. Como foi com Lewis e ele teve o apoio do pai. Quando você é um pouco menor, ou algo assim, você precisa cuidar mais de si. Você precisa ser lutador”, explicou.

O ex-dirigente da Fórmula 1 ainda falou sobre os demais pilotos da categoria. Disse que ainda precisa avaliar mais o super talentoso George Russell, da Mercedes, mas surpreendeu mais uma vez, ao falar quem contrataria se liderasse uma escuderia.

“Se eu fosse dono de uma equipe, acho que pegaria o garoto australiano (Oscar Piastri, da McLaren). Ele é muito bom. Mas Max é o melhor que já vi”, reforçou. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA