24.4 C
Vitória
segunda-feira, 8 agosto, 2022

Amarok – Design na cidade e força no campo

Leia Também

A Amarok não decepciona ninguém: nem quem precisa de um carro robusto para o dia a dia, nem quem gosta de carros grandes, ainda que apenas para rodar na cidade. Esta picape, lançada em 2010 pela Volkswagen, oferece a força e a robustez necessárias para o transporte pesado, ao mesmo tempo em que seu design arrojado e moderno garante o visual urbano ao utilitário.

A picape está disponível em duas versões: a básica, Trendline, e a completa, Highline. O motor das duas versões é o mesmo, 2.0 TDI, com quatro cilindros, 16 válvulas e potência de 163 cv, com torque de 40,8 kgfm. A tração 4×4 é acionada por um botão seletor, e não por alavancas, como nas picapes antigas.

A tecnologia alemã em motores a diesel é a mesma utilizada na Amarok, o que permite também a redução na emissão de gás carbônico e menor consumo de combustível. Em perímetro urbano, a picape faz 10 km por litro e em estradas a autonomia chega a 13 km.

O pacote de segurança permite ao motorista dirigir com mais confiança. Integram os itens de série os sistemas de assistência à frenagem (BAS), controle de tração (TCS/ASR) e bloqueio eletrônico do diferencial (EDL). Como opcionais, a Amarok oferece o controle automático de descida (HDC) e o assistente de partida em subida (HSA).

Para facilitar a descida, principalmente quando o veículo está carregado, o HDC mantém a velocidade constante, sem a interferência do motorista, permitindo a adequação da rotação do motor e acionando os freios automaticamente quando necessário. Já o assistente HSA auxilia a subida mantendo acionado o freio por até três segundos depois que o motorista tira o pé do pedal. Esse tempo é o suficiente para acelerar em rampas com inclinação maiores, sem que ocorra o recuo do veículo.

A suspensão dianteira, do tipo McPherson, e a traseira em feixo de mola ajudam na estabilidade do carro. Na suspensão traseira, parte do feixo é dedicada ao peso e parte ao conforto do veículo,
o que evita ruídos e vibração excessiva. O modelo conta ainda com airbags para o motorista e o passageiro dianteiro e cintos de segurança com pré-tensores nos bancos dianteiros. Uma das preocupações da montadora foi a de incorporar na picape o novo conceito de segurança que define os novos padrões da categoria.

A cabine tem espaço para cinco ocupantes e assoalho baixo, o que garante mais conforto para os passageiros. Duas tomadas de 12V estão dispostas na cabine e uma na carroceria. Além disso, porta-copos e porta-objetos também estão disponíveis na frente e atrás do interior,
e embaixo do banco do motorista há uma gaveta para utilidades.

A picape Amarok possui a maior caçamba da categoria, com área total de 2,52 m², e distância de 1,22m entre as caixas de rodas, que comportam, na transversal, os paletes de padrão europeu. A carroceria traz também quatro pontos de fixação e permite tracionar reboques de até 2.400 kg.

O design do veículo recebeu uma atenção especial. Com linhas mais retas e marcadas, a caminhonete traz farol de dupla parábola (que não desliga o farol baixo quando o alto é aceso) e máscara negra, que está se tornando referência de faróis da Volkswagen.

Os itens externos também são um atrativo da picape. Detalhes cromados estão presentes nas grades, retrovisores, maçanetas, rodas e para-choques traseiro e dianteiro. Alguns detalhes do acabamento interno também são cromados.

E para conforto do motorista e dos passageiros, o pacote de entretenimento não foi esquecido pela montadora. A Amarok vem equipada com piloto automático e computador de bordo com sistema touch screen; o ar-condicionado é Climatic, e a direção é hidráulica. O modelo possui ainda sistema de travamento, espelhos retrovisores com acionamento elétrico e antena integrada. O sistema de som apresenta quatro alto-falantes distribuídos na cabine, com rádio, disqueteira de um CD, entrada para USB, SD card e bluetooth. Na versão Highline, a disqueteira tem espaço para seis CDs.

A Amarok Trendline traz bancos em tecido, enquanto a outra versão oferece em couro, assim como os demais acabamentos de freio de mão e câmbio. Ambas possuem regulagem dos bancos dianteiros com ajustes de altura. A versão básica da picape (Trendline) custa R$102.990, enquanto a versão completa (Highline) sai por R$119.490. Para o mês de abril, a Volkswagen lançará no mercado a Amarok cabine simples, com maior espaço na caçamba.

Destaques do modelo
• Motor de 163 cv
• Maior caçamba da categoria
• Sistema de frenagem de emergência
• Computador de bordo e piloto automático

Mecânica
VW Amarok
Motorização
• Tipo: 4 cilindros, 16 válvulas, biturbo, “common rail”
• Potência máxima (cv/rpm): 163 cv – 4.000rpm
• Torque máximo (Nm): 40,8kgfm – 1.750rpm
• Combustível: Diesel

Transmissão
• Câmbio manual de 6 velocidades

Suspensão
• Dianteira: Independente, braços duplos triangulares, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora
• Traseira: Eixo rígido com feixe de molas de dois estágios, primário com três lâminas e secundário com duas lâminas

Direção
•Hidráulica

Freios
• Dianteiros: Disco ventilado
• Traseiros: Tambor
• Sistemas auxiliares: ABS “off-road”, BAS, EBC e EBD

Pneus e rodas
• Pneus: 255/60 R18 (Highline), 245/65 R17 (Trendline)
• Rodas: 18″ (Highline), 17 (Trendline)

Dimensões
• Comprimento (mm): 5.254
• Largura (mm): 1.954
• Altura total (mm): 1.834
• Distância entre eixos (mm): 3.095

Capacidade

• Peso em ordem de marcha (kg): 2.082 (Highline); 2.056 (Trendline)
• Área da caçamba (m²): 2,52
• Volume da caçamba (l) – 1280
• Capacidade do tanque (l): 80

Continua após publicidade

Mais Motores

Blogs e colunas