24.9 C
Vitória
domingo, 14 abril, 2024

ALES busca estreitar laços comerciais com a Eslováquia

Eslováquia tem ganhado destaque no mercado de vinhos; Presidente da ALES valoriza troca de experiências

Por Redação

O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, Marcelo Santos (Podemos), realizou, na última semana, uma visita técnica em vinícolas da Eslováquia, onde participou de uma Missão Oficial junto ao governo do estado que busca estreitar laços com o país do leste europeu. A agenda teve como objetivo principal a troca de informações quanto às técnicas desenvolvidas no local e estabelecer uma possível rota de entrada para o vinho eslovaco no Brasil, o Espírito Santo.

- Continua após a publicidade -

A visita aconteceu na última sexta-feira (17), e ficou marcada pela troca de informações quanto às principais técnicas utilizadas na produção dos produtos eslovacos. Dentre elas, Marcelo destacou métodos de transformação de penas de aves em fertilizantes, a purificação de água para reuso e filtragem de óleos de máquinas para reutilização. “Essa tecnologia permite reutilizar entre 40% e 70% dos óleos que são despejados na natureza, protegendo o meio ambiente e até barateando os custos operacionais“, pontuou o parlamentar

Os vinhos eslovacos têm ganhado notabilidade no mercado internacional. Entre os principais rótulos estão os vinhos brancos e rosés, premiados internacionalmente. O país contabiliza cerca de 400 produtores de vinhos, em uma extensão territorial similar à do Espírito Santo. 

ALES busca estreitar laços comerciais com a Eslováquia
Presidente da ALES participou de uma Missão Oficial junto ao governo do estado que busca estreitar laços com o país do leste europeu. Foto: Arquivo Presidência Ales

Outro ponto que marcou o encontro foi a possibilidade do estabelecimento do Espírito Santo como rota de exportação para os vinhos eslovacos. Atualmente, o estado capixaba é o segundo maior importador de vinhos (em número de garrafas) do Brasil. Em 2022, os dados do Sindicato do Comércio de Importação e Exportação do Espírito Santo (Sindiex) apontaram 32 milhões de garrafas importadas – em valores, a cifra alcançou os US$ 80 milhões.

“Essa foi uma agenda muito importante porque o Espírito Santo pode se tornar uma porta de entrada para que esses vinhos premiados ao redor do mundo cheguem ao Brasil através dos portos capixabas”, comentou o presidente.

Os principais parceiros comerciais na importação de vinhos para o Espírito Santo são Chile, Argentina, Portugal e Itália.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA