Touring Harley-Davidson

Novos modelos da marca já podem ser encontrados em Vitória
Mais potência, conforto e controle. Essas são algumas das qualidades dos modelos Touring da Harley-Davidson que vêm com novas suspensões e com o novo Milwaukee-Eight, um dos lançamentos mais importantes da história da H-D. As novidades da linha 2017 (Road King Classic, Street Glide Special e Ultra Limited) já se encontram disponíveis na Vitória Harley-Davidson, na Enseada do Suá, em Vitória, com preços a partir de R$ 74.900,00.

O nono motor da história da marca é um projeto criado do zero e que combina o visual clássico, o som e a sensação dos motores Harley-Davidson Big Twin. “O novo Milwaukee-Eight carrega a herança dos motores Big Twin produzidos pela marca. Embora as características tenham sido mantidas, trata-se de um novo motor, com melhor desempenho e durabilidade e novo estilo, criado para atender às solicitações dos clientes”, acrescenta o chefe de Engenharia Mecânica da Harley-Davidson, Alex Bozmoski.

O Milwaukee-Eight produz até 10% a mais de torque, se comparado com modelos anteriores, além de apresentar cabeçotes de quatro válvulas que oferecem 50% a mais de fluxo de admissão e escapamento. Por ser contrabalanceada, a nova motorização reduz em 75% a vibração em marcha lenta, o que proporciona a sensação clássica de um Harley-Davidson V-Twin.

Os modelos 2017 da família Touring apresentam ainda novas suspensões que ajudam a melhorar o controle e o desempenho das motocicletas. Os novos amortecedores traseiros pressurizados, oferecem de 15% a 30% mais ajustes de pré-carga do que os antigos amortecedores, com um único manípulo de ajuste.

No modelo Road King Classic os aficionados por motocicletas irão encontrar um estilo despojado e nostálgico que combina perfeitamente com o desempenho e a versatilidade de uma moderna Harley-Davidson Touring. Ele conta com pneus de faixa branca, alforjes, amortecedores de emulsão traseiros e cobertura do banco com revestimento em vinil. Já o Street Glide Special vem com o sistema de informação e entretenimento top de linha, com tela touchscreen de 6,5 polegadas, ABS padrão, GPS integrado e sistema de áudio Boom! Box 6.5 GT.

A versão Ultra Limited apresenta as inconfundíveis carenagem Batwing e ventilação Splitstream, que fornecem fluxo de ar otimizado e menor vibração na cabeça. O sistema touchscreen de informação e entretenimento e o Boom! Box 6.5 GT Premium também permitem com que o motociclista e o garupa possam rodar ao som da trilha sonora que desejarem. Outros destaques ficam por conta do controle de velocidade eletrônico cruise control, freios Reflex Linked Brembo com ABS, faróis duplos dianteiros Daymaker LED, Tour-Pak – para guardar o capacete do motociclista e o do garupa – bagageiro e alforjes.
“Essas são as mais poderosas, ágeis e confortáveis motocicletas Touring já oferecidas pela Harley-Davidson. O visual inconfundível, o som e a sensação de pilotagem das motocicletas dessa família farão o piloto subir às alturas com as melhorias que realizamos este ano”, revela Scott Miller, vice-presidente de Design e Estratégia de Desenvolvimento de Produto da Harley-Davidson.

Mini Cooper Seven chega ao país por R$ 149.950

A Mini anunciou recentemente a chegada do Cooper Seven ao Brasil, modelo que vem com pintura exclusiva de proposta clássica e bom pacote de equipamentos, saindo por R$ 149.950. Disponível apenas com carroceria de três portas, o veículo pode ser adquirido nas cores branco, preto e verde, além de um azul exclusivo, batizado de Lapisluxury. Entre os atrativos, destacam-se os faróis full led com acendimento automático, sensor de chuva, direção elétrica, central multimídia e seletor de modo de direção (normal, esportivo e econômico). O veículo vem ainda com um motor 2.0 turbo de 192 cv acompanhado do câmbio automático de seis marchas.

JAC confirma T40 ainda neste semestre

Prometido há quase dois anos, o JAC T40 será lançado no mês de junho no país. Mesmo sendo tratado como um SUV pela fabricante chinesa, o modelo está mais para um compacto aventureiro, a exemplo do Renault Sandero Stepway e do Volkswagen CrossFox. O JAC T40 tem 4,14m de comprimento e vem com rodas aro 17’’, para-choques estilizados e  suspensão elevada. O conjunto mecânico será o mesmo do T5: motor 1.5 16V VVT Jet Flex de 127cv com câmbio manual de seis marchas.  A princípio, o T5 terá exclusividade sobre o câmbio CVT.

Produção de motos cresce em janeiro

Assim como os carros e os caminhões, a produção de motos no Brasil apresentou um crescimento no mês de janeiro, quando foram produzidas 81.646 motocicletas, 7,5% a mais do que o mesmo período do ano anterior, segundo dados da associação das montadoras, a Abraciclo. De acordo com a entidade, a alta foi motivada pelo fim das férias coletivas nas fábricas: em dezembro, com as folgas de fim de ano, apenas 32.814 motos saíram das linhas de produção. Apesar do avanço, as vendas continuam em baixa, apresentando uma redução de 14,2% em comparação com janeiro de 2016. “O que se verifica no momento ainda é um ritmo lento na comercialização, com os consumidores tendo dificuldades para obter financiamento e as redes de concessionárias buscando formas variadas para viabilizarem os negócios”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Volkswagen atinge marca de 3,5 milhões de veículos exportados

A Volkswagen do Brasil alcançou a marca de 3,5 milhões de veículos exportados desde os primeiros embarques para outros países, em 1970. Somente no ano passado, foram enviadas 107.322 unidades para 17 mercados, fazendo com que a montadora se tornasse a líder em exportação de automóveis não só em 2016, como também em toda a história do setor no país. O Gol foi o modelo da marca mais exportado no ano passado, acumulando 49.911 unidades, à frente do Up (20.318), do Voyage (17.512) e do Saveiro (12.443). A Argentina foi o país que mais importou carros da Volks feitos no Brasil, com 57.555 unidades embarcadas no último ano.

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome