Mensalão tucano: Eduardo Azeredo é o primeiro a ser preso

Eduardo Azeredo
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

A Justiça havia determinado nessa terça (22) a prisão imediata do ex-governador mineiro pelo esquema ocorrido em 1998

O primeiro político a ser preso pelo chamado mensalão tucano é o ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB). Ele foi considerado foragido pela Polícia Civil, mas se entregou na tarde desta quarta-feira (23). Ele se apresentou às 14h45 numa delegacia de Belo Horizonte.

A prisão foi determinada pelos desembargadores da 5ª Câmara Criminal. Depois de recusarem o recurso dos advogados de Azeredo, eles definiram que o tucano deveria ser detido imediatamente.

A condenação de Eduardo Azeredo foi anunciada em meados de 2017. Ele respondeu pelos crimes de lavagem de dinheiro e peculado no esquema conhecido como mensalão tucano. Também chamado de tucanoduto, o esquema ocorreu na campanha para a reeleição dele ao governo mineiro.

 

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!