Justiça autoriza casal cultivar maconha em casa

Foto: Reprodução Internet

Uso da maconha é alternativa no tratamento para diversas doenças. O cultivo e o uso da cannabis já são liberados em vários países e em alguns estados dos EUA

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou um casal a cultivar maconha em casa para o tratamento de uma doença crônica de sua filha. A decisão confirma uma liminar concedida em dezembro do ano passado.

Margarete Brito e Marcons Lins obtiveram um habeas corpus preventivo que proíbe qualquer ato contra sua liberdade em razão do cultivo e processamento da maconha em sua residência.

Segundo laudos médicos, a menina teve redução de até 60% de suas crises convulsivas após a utilização, sob a supervisão médica, de extrato artesanal da erva.

Outra decisões judiciais parecidas têm sido proferidas pelo país. Um dos usos do canabidiol, extrato da maconha é no controle das crises convulsivas de crianças.

O produto pode ser importado, mas o custo é elevado. Desde janeiro de 2015, a Anvisa liberou o uso medicinal à base de canabidiol.

Entre 400 substâncias que compõem a cannabis, apenas duas têm comprovadamente efeitos terapêuticos: o tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol.

O THC é responsável pelos efeitos conhecidos da maconha, como a vermelhidão dos olhos e alteração na percepção do tempo.

Ele é indicado para náuseas e vômitos, induzidos pela quimioterapia do câncer, e dores neuropáticas.

Já o canabidiol combate alguns dos efeitos adversos do THC e age como ansiolítico.

Um estudo da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que essa substância diminuiu a ansiedade de pacientes com fobia social.

Entre os países que liberam o uso médico da maconha estão Estados Unidos, Itália, Canadá, Espanha, Israel e Reino Unido.

Na Holanda, existem produtos fabricados com a própria planta in natura, cultivados pelo Ministério da Saúde e distribuído pelas farmácias.

TRATAMENTO

Entre as doenças que podem ser tratadas com a maconha medicinal estão:

AIDS

câncer

TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade)

Esclerose múltipla

Náusea decorrente da quimioterapia

Doença de Crohn

Glaucoma

Epilepsia

Insônia

Enxaqueca

Artrite e falta de apetite

Anorexia

Síndrome de Tourette

Mal de Alzheimer

Distrofia muscular

Fibromialgia

Caquexia

Esclerose lateral amiotrófica

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome