Edição genética ajuda a remover HIV de células

Método utilizado pelos cientistas da Universidade de Temple é o CRISPR/Cas9

Pesquisadores da Universidade Temple, nos Estados Unidos, fizeram um experimento que consistia em retirar do corpo uma célula contaminada pela aids, para alterar a sua função e coloca-la de volta para evitar a multiplicação de uma doença.

E os resultados foram bem positivos, pois as células, ao serem expostas ao vírus HIV, estava protegidas contra a reinfecção. O método utilizado pelos cientistas é o CRISPR/Cas9, que direciona proteínas “editoras” para seções específicas do DNA de uma célula.

Apesar dos cientistas já terem testado outras formas de edição genética antes, esta é a primeira vez que se descobre como evitar novas infecções, algo fundamental para melhorar os tratamentos e desenvolver medicamentos anti-retrovirais em casos de HIV, pois quando os pacientes param de tomar esses remédios, o vírus volta a sobrecarregar as células. Com o CRISPR/Cas9, esse processo pode ser barrado sem efeitos tóxicos.

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome