26 C
Vitória
segunda-feira, 6 abril, 2020

Visto eletrônico deve injetar R$ 1,4 bi na economia do País

Leia Também

Casagrande substitui secretário de Segurança Pública

Nesta terça-feira (07), assumirá o cargo, o coronel da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), Alexandre Ofranti Ramalho.

Primeiro-ministro britânico é transferido para UTI

O primeiro-ministro do Reino Unido foi levado à uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em um hospital britânico, nesta segunda-feira (06).

Brasil contabiliza 553 mortes e 12 mil casos confirmados da Covid-19

O Brasil já contabiliza 12.056 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2). O número marca um crescimento de 8% em relação a esse domingo 905).

“Dias melhores virão”, diz Rainha Elizabeth II

Com mensagem de esperança, a rainha Elizabeth II agradeceu aos cidadãos britânicos que permanecem em casa para evitar o avanço da Covid-19.

Medida válida para EUA, Canadá, Austrália e Japão contribuirá para alavancar o turismo internacional e a economia brasileira em dois anos

A entrada no Brasil de turistas provenientes dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão será facilitada a partir do final de 2017. Isso porque todo o processo de solicitação de vistos, pagamento de taxas, análise, concessão e emissão poderá ser feito pela internet, com tempo previsto de 48 horas.

Essa facilitação, prevista no Plano Brasil + Turismo, lançado na semana passada pelo Ministério do Turismo, trará um grande incremento ao setor. Com a medida, a previsão é de que sejam injetados R$ 1,4 bilhão na economia do País em dois anos.

Para o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, a exigência de visto de entrada é a barreira mais importante ao crescimento do turismo estrangeiro em qualquer país.

“Hoje, o turismo representa cerca de 9% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. Números dos técnicos do WTTC (da sigla em inglês para Organização Mundial de Turismo e Viagens) indicam que, conforme vão diminuindo as restrições ao visto de entrada, os países podem apresentar um crescimento de 5% a 25% em arrecadação”, esclarece o executivo.

De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), a facilitação de viagens pode gerar um aumento de até 20% no fluxo entre os destinos.

Maiores emissores de turistas

A medida atinge primeiramente esses quatro países por serem estratégicos, quando se fala em número de emissores e gastos em viagens. Em 2016, 849 mil turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão vieram ao Brasil – o que corresponde a 15% do total de 6,6 milhões de estrangeiros que estiveram no País no ano passado. Eles deixaram R$ 539 milhões na economia nacional.

Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, houve no País uma exceção temporária na política de reciprocidade diplomática para viajantes desses quatro países. A experiência representou aumento de 55,31% no número de estrangeiros, com origem nos países beneficiados, em relação ao mesmo período de 2015.

Segundo pesquisa do Ministério do Turismo, 82% desses turistas afirmaram que a dispensa do visto facilitaria um retorno ao Brasil.

Política de Vistos

O Brasil adota uma política de concessão de vistos com base no princípio da reciprocidade. Isso significa que pessoas dos EUA, Canadá, Austrália e Japão, países que exigem vistos de cidadãos brasileiros para entrada em seus territórios, também necessitam de autorização para viajar ao Brasil.

O visto eletrônico tem como objetivo facilitar a entrada desses turistas em terras brasileiras. Posteriormente, a iniciativa deverá se estender para Arábia Saudita, Qatar, Índia e China. Atualmente, o Brasil possui entendimentos bilaterais sobre isenção de vistos com cerca de 90 países.

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

Plataforma inteligente é lançada no combate ao novo coronavírus no ES

A plataforma, criada pelo tenente-coronel Carlos Wagner, visa a fortalecer a prevenção e segurança contra a Covid-19 no Estado.

Recuperação de créditos tributários pode ajudar empresas capixabas

Uma alternativa para empresas do Simples Nacional e Micro Empreendedor Individual (MEI) é a recuperação de créditos tributários.

Rede de solidariedade para superar crise provocada pela pandemia

Para enfrentar os desafios da atual crise, a Associação Capixaba de Tecnologia (ACT!ON) acredita que é fundamental preservar os elos.

MEC autoriza colação de grau antecipada de médicos e enfermeiros

A medida vale para os alunos regularmente matriculados no último período desses cursos, desde que tenham completado 75% da carga horária

Vida Capixaba

Filme sobre o novo coronavírus já está pronto. Veja o trailer!

“Corona” é o nome do longa que será lançado em breve.O filme conta a história de sete pessoas presas em um elevador e uma delas está infectada.

Semana Santa marcada pela tradicional torta capixaba

A tradicional Torta Capixaba, um dos pratos mais tradicionais da época, será vendida nos estabelecimentos, apesar da crise causada pelo novo coronavírus.

Tempo: o que esperar para abril?

O mês de abril será marcado por temporais, chuvas volumosas e potencial para alagamentos. O mês começa com alerta e situação de perigo para chuvas fortes.

Camerata Sesi apresenta a live: “Café com Maestro”

Com o tema “Os benefícios da música na educação musical”, o maestro Leonardo David convida a musicista Fabi Cruz para a live nesta quarta (01), às 17h
Continua após publicidade