24.4 C
Vitória
quarta-feira, 24 DE julho DE 2024

Vini Jr depõe em caso de racismo na Justiça da Espanha

Vinicius disse que não ouviu as ofensas racistas ao longo do jogo. Mas constatou as injúrias raciais por vídeo, e fez questão de cobrar uma punição 

O brasileiro Vinicius Junior depôs à Justiça espanhola nesta terça-feira em caso em que foi alvo de racismo no futebol local. O atacante do Real Madrid fez declarações breves em que reafirmou as ofensas recebidas em fevereiro, em partida do seu time contra o Mallorca, fora de casa, em rodada do Campeonato Espanhol.

De acordo com o jornal espanhol Última Hora Mallorca, o depoimento do brasileiro foi feito por videoconferência diante da juíza Martina Mora, titular do Tribunal de Instrução 3 de Palma, e foi breve em suas declarações.

- Continua após a publicidade -

Vinicius disse que não ouviu as ofensas racistas ao longo da partida disputada no estádio Son Moix. Mas constatou as injúrias raciais por vídeo. E fez questão de cobrar uma punição ao torcedor do Mallorca.

As ofensas foram constatadas em vídeo divulgado pelo canal “DAZN”, que filmou um torcedor do Mallorca gritando “Vinicius, macaco! É um p*** macaco”. As imagens fazem parte da acusação contra o torcedor, que compareceu pessoalmente ao tribunal e escondeu seu rosto com um capuz e uma pasta.

Em seu depoimento, o torcedor admitiu as ofensas racistas dirigidas ao brasileiro e pediu perdão diante da juíza. Identificado pela polícia espanhola por vídeo, ele é investigado agora por crime de ódio. O ato racista foi cometido no dia 5 de fevereiro na partida contra o Real Madrid.

O torcedor já sofreu sanções em nível esportivo. Ele foi multado em 4 mil euros, cerca de R$ 22 mil, foi banido do quadro de sócio-torcedor do Mallorca e está impedido de entrar em eventos esportivos por um ano.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA