20.5 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Três municípios podem se tornar as primeiras cidades inteligentes do ES

Outras 21 cidades também aderiram ao programa que visa a eficiência dos serviços, incluindo videomonitoramento, telecomunicações e outros afins

Por Kebim Tamanini

 Os municípios de Alegre, Afonso Cláudio e Venda Nova do Imigrante estão prestes a se tornar as primeiras cidades inteligentes do estado, após a aprovação dos estudos de viabilidade técnica e o avanço nos processos licitatórios. Essa mudança promete trazer uma série de benefícios, principalmente no que diz respeito à eficiência dos serviços, como a operação e manutenção do sistema de iluminação pública, rede de telecomunicações, videomonitoramento e instalação de miniusinas de energia solar nos prédios públicos dessas localidades.

- Continua após a publicidade -

Além dessas três cidades, outras 21 já formalizaram a adesão ao projeto. O governo estadual optou pelo procedimento de ter um parecer do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), visando garantir segurança jurídica e agilidade para futuras iniciativas da parceria, realizada através do Programa ES Inteligente, que possibilita a estruturação de Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Confira na tabela abaixo os municípios que aderiram ao programa e a situação em que se encontram:

WordPress Tables Plugin

Se todos os 24 municípios forem transformados em cidades inteligentes conforme o programa estadual, que engloba iluminação pública, usina solar fotovoltaica, telecomunicações e saneamento, com foco em Resíduos Sólidos Urbanos, cerca de 30% dos municípios do estado, atendendo uma população de aproximadamente 1,8 milhão de habitantes, ou seja, cerca de 40% da população capixaba, serão beneficiados.

O caso de Venda Nova do Imigrante é o mais adiantado, e com a adesão ao Programa, espera-se uma economia de aproximadamente R$ 38 milhões aos cofres municipais, representando uma redução de cerca de 40% nos gastos públicos. Segundo o relatório, as ações incluem a implantação de:

  • Implantação de uma infraestrutura de telecomunicações com 40 quilômetros de fibra óptica;
  • 42 pontos de videomonitoramento;
  • 18 pontos de internet gratuita à população;
  • Troca por lâmpadas de LED em 2.800 pontos de iluminação pública;
  • Instalação de uma usina solar fotovoltaica com 750 quilowatts de potência por ano para distribuição entre os prédios municipais.

“Por meio do ES Inteligente, estamos avançando no projeto de PPP que promete transformar a infraestrutura urbana e melhorar significativamente a qualidade de vida de nossa população. Esse investimento, por meio de parceria com o setor privado, demonstra o potencial do nosso município em se tornar um modelo de inovação e sustentabilidade”, relatou o prefeito de Venda Nova do Imigrante, Nemrod Emerick. 

Saiba mais…

O ES Inteligente abrange a estruturação de projetos de cidades inteligentes e de saneamento básico para as cidades do Estado do Espírito Santo. Basta que o município faça sua adesão ao Programa para que seja iniciada a execução de um plano de trabalho em ações sinérgicas do Bandes, Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades e município.

O programa oferece assessoria aos municípios para a estruturação de projetos de infraestrutura em áreas cruciais, com excelentes modelagens nas frentes de cidades inteligentes e saneamento básico.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA