Chega a 10 número de mortos em tiroteio em Suzano

Movimentação em frente à escola onde ocorreu a tragédia, em Suzano (Fotografia - Estadão/Reprodução)

Escola foi invadida por atiradores encapuzados ainda não identificados

A Polícia Militar do Estado de São Paulo informou que subiu para dez o número de mortos em decorrência do tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, que fica 57 quilômetros de São Paulo.

Mais 17 pessoas ficaram feridas. Dados preliminares indicam que dois adolescentes armados e encapuzados invadiram o colégio e disparam contra os alunos. O prédio está isolado sob o risco de haver artefatos explosivos no interior.

Até o momento, a PM registrou a morte de cinco alunos, um funcionário, uma pessoa que passava pela rua no momento dos disparos, além dos dois autores dos disparos. Morreu, ainda, uma vítima levada para hospital. Ainda não há confirmação, mas há indícios que os autores dos disparos se suicidaram.

Em entrevista ao noticiário Folha de São Paulo, o vizinho da escola Juliano Simões Santana relatou que ouviu os disparos próximo às 9h30. “Moro ao lado, ouvi um tumulto e fui para  lá. Cheguei e vi várias crianças saindo correndo ensanguentadas. Um desespero, professor, funcionário, todos correndo”, afirmou à reportagem.

O governador do Estado, João Dória, cancelou a agenda do dia para acompanha in loco a situação.

*Da redação com informações da Agência Brasil / atualizada 11:51

Conteúdo Publicitário