17.7 C
Vitória
sábado, 20 DE julho DE 2024

Secretário-geral da ONU diz que declarações foram deturpadas

Antônio Guterres se viu alvo de críticas, após dizer que estava preocupado com “violações do direito internacional” na incursão militar de Israel em Gaza

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirmou nesta quarta-feira, 25, estar “chocado com a deturpação por alguns das minhas declarações de ontem [terça-feira] no Conselho de Segurança”. Em breves declarações nesta quarta-feira na sede da entidade, ele ressaltou que jamais justificou atos de terrorismo do grupo palestino Hamas. “Isso é falso, pelo contrário”, enfatizou.

Guterres disse que, no começo de sua intervenção da terça-feira, ele afirmou claramente que condenava os atos “terríveis e sem precedentes” de terrorismo do Hamas contra Israel em 7 de outubro. Ele ressaltou que nada justifica ataques contra civis e o sequestro deles. Ao mesmo tempo, recordou que também mencionou as dificuldades para o povo palestino, mas acrescentou que isso não poderia justificar os ataques do Hamas.

- Continua após a publicidade -

O secretário-geral da ONU se viu alvo de críticas, após dizer na terça que estava preocupado com “violações do direito internacional” na incursão militar de Israel na Faixa de Gaza.

Guterres qualificou como “alarmantes” os constantes bombardeios em Gaza e o nível de destruição e de vítimas civis, e pediu um cessar-fogo humanitário, acrescentando que o ataque do Hamas não poderia justificar “a punição coletiva ao povo palestino”. Ainda criticou o fato de que Israel determinou que os palestinos fossem para o sul de Gaza, mas posteriormente “continuou bombardeando o próprio sul”.

Nesta quarta, Guterres disse que foi necessário esclarecer sua fala, a fim de “deixar a situação clara, sobretudo em respeito às vítimas e suas famílias”. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA