27.2 C
Vitória
sexta-feira, 23 abril, 2021

Prefeitura de Vitória adere ao Consórcio Nacional de Vacinas

O projeto foi aprovado em regime de urgência nesta quarta-feira

Em uma sessão extraordinária, os vereadores de Vitória aprovaram, em regime de urgência, Projeto de Lei 61/2021 que inclui a Capital no Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) e autoriza o município a realizar compra de vacinas contra a Covid-19.

Vitória e Natal eram as únicas capitais brasileiras que ficaram de fora do consórcio.

O consórcio, que conta com a manifestação de interesse de mais de 1,7 mil municípios, abrangendo cerca de 125 milhões de brasileiros, é formatado tecnicamente pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), entidade suprapartidária.

O presidente Davi Esmael (PSD) destacou que a inclusão do município de Vitória no consórcio de vacinas veio na hora certa.

“Fizemos ações para que essa compra aconteça via Butantã e Sputnik, mas fazer parte desse consórcio precisa acontecer. O gestor público tem que se mover com segurança e probidade na tomada de decisões. Essa é a época certa e o jeito certo, com ajuda dos vereadores. Defendo que a vacina é prioridade”, declarou.

A vereadora Camila Valadão (PSOL) já havia solicitado formalmente à Prefeitura de Vitória a adesão da cidade ao consórcio. Por meio de indicação, a parlamentar protocolou um ofício endereçado ao Prefeito Lorenzo Pazolini no dia 29 de março. Uma semana depois, a Prefeitura encaminhou à Câmara o projeto que inclui a cidade no consórcio.

“Vale dizer que o consórcio não é só para compra de vacinas ele prevê insumos, serviços e equipamentos em geral”, disse a vereadora durante a sessão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade