26 C
Vitória
terça-feira, 23 abril, 2024

Nadal diz que não jogará em Madri 

Nadal virou dúvida para o Masters de Roma e também para Roland Garros, torneio que costuma ser o ponto alto de sua temporada

O tenista espanhol Rafael Nadal veio a público nesta quinta-feira para revelar sua atual condição de saúde e já avisou que também não competirá no Masters 1000 de Madri, na próxima semana. O Rei do Saibro afirmou que o tratamento que vinha fazendo para a lesão no quadril não deu resultado e que tentará outro caminho a partir de agora.

“A lesão segue sem estar curada e não consigo trabalhar com a intensidade que preciso para competir. Estava treinando, mas faz alguns dias que decidimos mudar um pouco o rumo e fazer outro tratamento para ver se as coisas melhoram”, explicou Nadal, em vídeo publicado em suas redes sociais.

- Continua após a publicidade -

O espanhol explicou que o tratamento que vinha fazendo deveria ter resolvido a lesão no quadril em até oito semanas. Mas já alcançou 14, sem sucesso. “Foram semanas e meses difíceis. Como sabem, eu sofri uma lesão grave na Austrália. No começo, diziam que o período de recuperação seria de seis a oito semanas e agora estamos com 14. A realidade é que a situação não é o que esperávamos”, reconheceu.

“Todas as indicações médicas foram seguidas, mas a evolução não foi a que inicialmente nos disseram. Estamos em uma situação difícil, as semanas estão passando e esperava jogar torneios importantes na minha carreira como Montecarlo, Barcelona, Madri, Roma e Roland Garros e já não pude competir nos dois primeiros”, lamentou.

Ele confirmou que não poderá estar em Madri, diante de sua torcida, e afirmou que agora não tem prazo definido para o seu retorno. Assim, virou dúvida para o Masters de Roma e também para Roland Garros, torneio que costuma ser o ponto alto de sua temporada. “Não posso dar prazos porque se soubesse eu contaria, mas não sei. É assim que as coisas estão agora”, afirmou.

Na prática, a dúvida sobre seu retorno é mais ampla do que o calendário das próximas semanas. Além de correr risco de ficar fora de Roland Garros, torneio que começa no fim de maio, Nadal pode até ter dificuldades de voltar ao circuito, uma vez que já indicou na temporada passada que estava ficando cansado de tantas lesões. E cogitou publicamente sobre sua aposentadoria.

Aos 36 anos, o espanhol citou mais de uma vez essa possibilidade, que se torna mais real a cada temporada em razão do forte desgaste físico. Situação semelhante viveu seu rival e amigo Roger Federer, que deixou o circuito no ano passado vencido por uma grave lesão no joelho.

Com informações Agência Estado 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA