21 C
Vitória
terça-feira, 20 outubro, 2020

Mourão sinaliza ser contra inclusão de Pantanal no Conselho da Amazônia

Leia Também

Brasil tem prioridade no recebimento de vacina russa, diz fundo financiador

"Uma pequena porcentagem de pessoas pode ter febre, mas até agora não tivemos complicações graves", acrescentou Dmitriev

Mercado financeiro projeta queda de 5% na economia este ano

A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira este ano ficou em 5%

Eleições 2020: Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar

Mulher, com ensino médio e de 35 a 59 anos é o perfil majoritário do eleitor que votará nas eleições de 2020, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Eu acho que a questão do Pantanal é uma questão que, em termos de tamanho, é mais simples do que a Amazônia”, afirmou o vice-presidente

Por Emilly Behnke (AE)

O vice-presidente Hamilton Mourão indicou nesta terça-feira, 13, que é contra a inclusão do Pantanal no âmbito do Conselho Nacional de Amazônia. Em razão do aumento do número de incêndios registrados neste ano, parlamentares articulam para que o Pantanal também faça parte do guarda-chuva da iniciativa coordenada por Mourão. Para ele, entretanto, a preservação do bioma deve ser competência do Ministério do Meio Ambiente “porque é uma questão de preservação ambiental”.

Mourão, contudo, destacou que cumprirá a decisão que for tomada quanto a inclusão ou não do bioma no Conselho. “A Amazônia é Amazônia, o Pantanal é o Pantanal, mas tudo depende das decisões que forem tomadas. A gente cumpre a decisão que for tomada”, disse hoje, na chegada à vice-presidência.

Na visão do vice-presidente, os dois biomas brasileiros são distintos. Segundo ele, o debate relacionado à Amazônia inclui ações de desenvolvimento para a região. “Eu acho que a questão do Pantanal é uma questão que, em termos de tamanho, é mais simples do que a Amazônia. É mais uma questão ligada à preservação. A Amazônia tem outras questões, principalmente de desenvolvimento. São duas áreas bem distintas”, afirmou.

Comissão

Hoje o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participa de audiência pública no âmbito da Comissão Temporária do Pantanal, que acompanha os incêndios na região. O ministro deve prestar esclarecimentos sobre as queimadas recordes registradas neste ano e que já superam em 82% o total de focos observados ao longo de todo o ano passado no bioma, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Durante a audiência, os senadores também devem intensificar as discussões sobre a inclusão do Pantanal, até 2025, nas atribuições do Conselho liderado por Mourão. A indicação foi aprovada oficialmente no colegiado na semana passada e também passará pela análise do Plenário do Senado. O Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, mostrou ainda que a comissão planeja apresentar o pedido de inclusão do bioma pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro nas próximas semanas.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Brasil tem prioridade no recebimento de vacina russa, diz fundo financiador

"Uma pequena porcentagem de pessoas pode ter febre, mas até agora não tivemos complicações graves", acrescentou Dmitriev

Ocupação de UTI no Estado de SP é a mais baixa da pandemia

"Estamos no controle da pandemia, mas a vacina é e será a única maneira de retornarmos ao normal", completou o secretário Gorinchteyn

Mundo chega a mais de 40 milhões de contaminações por covid-19

O aumento do número de infecções pode ser explicado em parte pela elevação do número de testes de diagnóstico em alguns países

Rússia inicia transferência tecnológica para produzir vacina no Brasil

Acordo entre o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) e a farmacêutica União Química pode permitir que a empresa produza no Brasil, ainda este ano, a vacina contra covid-19 desenvolvida na Rússia.

Mercado financeiro projeta queda de 5% na economia este ano

A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira este ano ficou em 5%

Defensoria pública de SP pede ao STJ habeas corpus coletivo para idosos presos

O defensor Rafael Muneratti, aponta ainda que pouquíssimos os pedidos de prisão domiciliar foram atendidos

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 181
Continua após publicidade

Fique por dentro

Guedes: estamos próximos de assinar acordo com EUA para evitar dupla taxação

Segundo o ministro, as novas reformas e novas fronteiras de investimento em diferentes setores possibilitarão o crescimento

Guedes diz que pode desistir de imposto sobre transações digitais

"A Febraban é que mais subsidia e paga todos os economistas brasileiros para dar consultoria contra esse imposto", afirmou Guedes

Rebanho bovino alcançou 214,7 milhões de animais em 2019, afirma IBGE

O Estado de Mato Grosso manteve a liderança na criação de gado, com 31,7 milhões de cabeças, o equivalente a 14,8% do rebanho nacional

Projeção do Focus para PIB de 2020 passa de -5,02% para -5,03%

No caso de 2021, a estimativa de crescimento da produção industrial seguiu em 4,53%, ante 5,50% de quatro semanas antes

Vida Capixaba

Instituto capixaba investe 1 milhão de reais em startups

Os futuros empreendedores capixabas serão contemplados com o investimento de R$1 milhão, para quem deseja abrir seu próprio negócio.

Um dia No Parque

O parque Estadual da Pedra Azul, em Domingos Martins, está participando do Festival um Dia no Parque.

Crianças entrevistam ministro Marcos Pontes em bate-papo especial

Em celebração ao Dia das Crianças e como parte da programação do Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações (MNCTI), o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) organizou uma edição especial do Bate-papo Ciência & Tecnologia no Dia a Dia

IEL-ES está com 78 vagas para estágio na Grande Vitória

O IEL-ES está com 78 vagas de estágio em aberto nos municípios de Cariacica, Serra, Vila Velha e Vitória.
Continua após publicidade