25.5 C
Vitória
sábado, 18 maio, 2024

Luiz Paulo sobre polarização política na capital: “Não aceito, não me submeto”

Ex-prefeito e pré-candidato pelo PSDB, Luiz Paulo Vellozo Lucas é o entrevistado da ES Brasil Entrevista nesta semana

Por Redação

Após quase duas décadas que deixou o Executivo do município de Vitória, o ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB) tem um objetivo claro para 2024: voltar a comandar a capital capixaba. Nesta semana, o pré-candidato tucano participou do quadro “ES Brasil Entrevista”, em debate com o jornalista Robson Maia.

- Continua após a publicidade -

Ponto central da discussão ao longo do episódio, a candidatura de Luiz Paulo é embasada no desejo de quebrar a “polarização política” existente no país, segundo o próprio pré-candidato. Segundo o tucano, boa parte do discurso “extremista” está ligado aos embates existentes nas redes sociais.

“Faz exatamente 20 anos que eu deixei a Prefeitura de Vitória. (…) Nessa eleição, eu fui muito estimulado a colocar meu nome à disposição no partido, principalmente por conta das dificuldades da política, política dominada por uma polarização extremista. As redes sociais contribuíram, não são a causa disso. É um ódio muito grande, uma competição política muito marcada por agressividade, por acusações, por uma guerra cultural”, destacou Luiz Paulo.

Luiz Paulo sobre polarização política na capital: “Não aceito, não me submeto”
Luiz Paulo tenta retornar a Prefeitura de Vitória após 20 anos – Foto por Willian Girelli/ES Brasil

O presidente do PSDB de Vitória destacou a ligação que possui com grandes figuras da política brasileira e afirmou que suas ideologias estão centradas no diálogo.

“E eu sou da escola do Fernando Henrique Cardoso. Na verdade, eu comecei a fazer política lá atrás, com Tancredo Neves, Ulisses Guimarães, de conciliação, de convergência e de construção. Eu acho que o Brasil tá precisando disso, o Espírito Santo também, e Vitória também, e eu me sinto motivado. Ativado e com muita força para dar essa contribuição, de fazer um projeto ousado para uma administração transformadora e vitoriosa”, apontou o psdbista.

Quando questionado sobre sua avaliação a respeito da condução política da capital, Luiz Paulo poupou críticas diretas ao atual prefeito, Lorenzo Pazolini (Republicanos), contudo, afirmou que diversos pontos do município não são bem geridos.

“Eu sou candidato e eu não gosto de participar das eleições procurando defeitos dos meus adversários. Eu acho que quem tem que julgar a administração e os projetos eleitorais que é o povo, é o eleitor. Meu julgamento não é um julgamento isento sobre [a atual] administração. Eu posso te dizer o seguinte, se eu achasse que fosse uma excelente administração, eu não era candidato. Eu só sou candidato porque eu vejo que Vitória poderia ir mais além, fazer muito mais” apontou o gestor.

Ao longo da discussão, o tucano ainda detalhou os planos do partido para as disputas no Legislativo da capital e a possibilidade de uma composição visando a corrida pelo Executivo. Confira a entrevista na integra no vídeo abaixo ou em nosso canal no Youtube.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA