26 C
Vitória
quinta-feira, 18 abril, 2024

Diretor da EDP deverá esclarecer irregularidades nas contas de energia

Muitas são as reclamações dos consumidores, como aumento excessivo e o sistema BTZero

Aumentos excessivos nas contas de energias têm levado consumidores a buscarem os órgãos competentes para evitar fraudes posteriores. Pensando nisso, a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) realizará uma reunião nesta terça-feira (03) e convocará o diretor-Executivo da EDP, João Brito Martins, para esclarecer o assunto.

Por meio de laudos técnicos feitos por engenheiros elétricos e peritos, a Polícia Civil confirmou as irregularidades/fraudes. Isso porque os cabos de cobre foram trocados por cabos de alumínio, que são mais baratos para concessionária, fazendo com que superaqueçam resultando no aumento nas contas de energia.

- Continua após a publicidade -

Além disso, o tamanho dos cabos também foi alterado, de vinte e cinco milímetros para dezesseis milímetros. O cabo de alumínio mais fino, esquenta mais e pode causar incêndio em áreas populosas, além de ser considerado uma “bomba relógio” instalada nas casas dos capixabas.

O deputado estadual Vandinho Leite afirma que é importante corrigir os problemas o quanto antes. “A EDP não se dava ao respeito nem de responder às denúncias e diziam que eu estava mentindo. Agora que foi feita a constatação eles estão respondendo. Mas acho que ele tem que vir aqui em público e responder porque o que tem a EDP feito contra os capixabas e principalmente os mais pobres é uma vergonha. E nós precisamos combater!”, destacou ele.

Outra reclamação dos consumidores é o Sistema BTZero, que são relógios instalados nos  postes. Eles não permanecem mais nas residência, o que acarreta vários problemas. É um sistema de telemedição, que difere do sistema tradicional, pois quanto mais distante a casa for do poste, há mais consumo.

Vandinho aconselha os moradores a encaminhar as denúncias à Delegacia de Defesa do Consumidor, além do Procon. “Estou terminando um relatório técnico para encaminhar à Polícia Federal nos próximos dias e vou marcar uma agenda na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), porque é necessário que ela tome uma providência.”, disse.

Segundo o deputado, o diretor da EDP ainda não se manifestou sobre o pedido comparecimento à Ales para esclarecimentos.

Manifestações

Em fevereiro deste ano, consumidores manifestaram sobre o aumento abusivo nas contas de energia. Cerca de 50 consumidores, moradores da Grande Vitória, se concentraram na Praça Costa Pereira e com cartazes pediram por tarifas mais justas.

Por conta disso, os moradores se uniram e fizeram um grupo por meio das mídias sociais a fim de buscarem soluções. A intenção é conscientizar os consumidores que se sentem lesados a buscar os órgãos competentes para pagarem os valores corretos.


Leia mais: 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA