Inflação acumulada do ano ultrapassa 2%

A redução do preço dos combustíveis foi um dos principais colaboradores do índice (Fotografia - Shutterstock)

Nos últimos 12 meses, a inflação chega 3,37%

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 0,01% em junho deste ano. Ela é inferior ao 0,13% de maio e ao 1,26% de junho do ano passado. É o menor percentual mensal desde novembro de 2018 (-0,21%).

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumula inflação de 2,23% no ano e de 3,37% em 12 meses.

As deflações (quedas de preços) de 0,25% dos alimentos e de 0,31% dos transportes foram os principais responsáveis por frear o IPCA em julho.

Entre os itens que mais influenciaram as quedas de preços dos alimentos estão as frutas (-6,14%) e o feijão-carioca (-14,8%). No grupo de transportes, o principal impacto para a deflação veio dos combustíveis (-2,41%), com destaque para a queda de 2,04% no preço da gasolina. “Os dois grupos [alimentos e transporte] e ajudaram a conter os preços em junho. Eles pesam 43%, quase a metade do IPCA”, explica o gerente de Índice de Preços do IBGE, Fernando Gonçalves.

Por outro lado, o aumento de 0,64% no custo de saúde e cuidados pessoais foi o que mais contribuiu para que o IPCA não fosse negativo em junho.


LEIA TAMBÉM
Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!