27 C
Vitória
quinta-feira, 29 outubro, 2020

Governo divulga novo imageamento da cobertura florestal do Espírito Santo

Leia Também

Sebrae trabalha para ampliar a participação dos pequenos negócios nas exportações brasileiras

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, participou de um painel do Nordeste Export – Fórum Regional de Logística e Infraestrutura Portuária

Emprego na construção é o maior para setembro nos últimos oito anos

A indústria da construção civil segue em ritmo acelerado, com avanço na atividade e na utilização da capacidade operacional. Com informações da Agência Brasil  A pesquisa...

Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo é prorrogada até final de novembro

As Campanhas de Vacinação contra a Poliomielite, e sarampo foram prorrogadas em todo o país até o dia 27 de novembro

No dia em que se comemora o Dia da Árvore, o Governo do Estado, através da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) e do Instituto Jones dos Santos Neves, entregou o novo imageamento da cobertura florestal do Espírito Santo.

O imageamento faz parte das entregas previstas pelo Projeto de Avaliação do Programa Reflorestar, que integra o Plano Estadual de Monitoramento e Avaliação que é realizado pelo IJSN, no âmbito do Sistema de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (SiMAPP), que tem entre um dos objetivos promover a tomada de decisão a partir de evidências, aprimorando as políticas públicas e otimizando o gasto para a obtenção de resultados.

Foi realizado um investimento de R$ 470 mil na aquisição de imagens mais atuais de satélite de todo o Estado, feitas entre julho de 2019 e junho de 2020, com resolução de 50cm que permite o uso em escala 1:15.000, com imagens provenientes da Constelação Kompsat (Korean Multi-Purpose Satellite).

O governador Renato Casagrande destacou a importância do Programa e a parceria com as prefeituras para o avanço da preservação ambiental. “O trabalho com os municípios é fundamental para que tenham estrutura e autonomia para fazer os licenciamentos e também profissionais para a orientação e fiscalização. Nós queremos que esse Estado seja referência em biodiversidade. Nossa diversidade marinha é a maior do Brasil. Temos ecossistemas com diversidade muito grande”, afirmou.

Casagrande prosseguiu: “O Reflorestar é fundamental para recuperarmos a cobertura florestal e produzimos água. Nunca tivemos tanto desmatamento e tantas queimadas como agora. O Dia da Árvore é hoje, mas não temos muitos motivos para se comemorar. Sei que é difícil controlar os focos de incêndio e desmatamento em um país do tamanho do Brasil. Mas a minha crítica é ao negacionismo, a falta de reconhecimento sobre o que está acontecendo me assusta.”

Para o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fabricio Machado, o novo imageamento, impulsionado pelo Reflorestar, vai ajudar a entender melhor a evolução da cobertura florestal do Estado, bem como de outras formas de uso do solo, como o café, o eucalipto, o pasto etc.

“Aprendemos, desde o período escolar, a celebrar o Dia da Árvore com atividades de educação ambiental, com plantio de mudas e outras ações recreativas. Hoje, as responsabilidades são ainda maiores. Investir em conhecimento e tecnologia para ajudar a preservar e restaurar nossa cobertura florestal é estratégico e fundamental. O novo imageamento, aliado ao uso de outras tecnologias de gestão que estamos desenvolvendo, tornará possível enxergar, literalmente, onde e como deverão ser empenhados os esforços dos nossos programas ambientais”, avaliou o secretário.

O diretor-presidente do IJSN, Daniel Cerqueira, explicou que além da evolução da cobertura florestal, o projeto de Avaliação do Programa Reflorestar contempla a medição do impacto socioeconômico do programa nos municípios e comunidades atendidas e do impacto na qualidade e disponibilidade hídrica. “O papel do Instituto Jones é contribuir com cientificidade, evidências e dados para o aprimoramento do programa Reflorestar e consequente melhoria da gestão ambiental estadual”, afirmou.

A partir do novo imageamento, será possível realizar também uma nova classificação de uso do solo, permitindo, por exemplo, a comparação de uso do solo nas propriedades atendidas antes e após o Programa Reflorestar.

A partir dessa nova classificação de uso do solo, será possível também avaliar a situação dos 285 mil hectares de mata nativa em estágio inicial de regeneração natural mapeados a partir das imagens feitas em 2015 e que foram consolidados no último Atlas da Mata Atlântica do Estado do Espírito Santo. A atualização do Atlas também está prevista com este novo imageamento.

As imagens são comparadas com imagens e mapeamentos realizados em outros períodos. Além do mapeamento de uso do solo e da hidrografia, já previstos, será possível ainda: acompanhar o crescimento das áreas urbanas, de obras, realizar estudos topográficos, delimitar áreas a serem protegidas, entre outras aplicações.

“Temos um imageamento anterior do Estado, realizado entre 2012 e 2015, feito por aerolevantamento (imagens feitas por equipamentos instalados em aeronaves). Desta vez optou-se por imagens de satélite por terem um custo bem menor e permitirem o levantamento de uma área extensa, como o Estado do Espírito Santo inteiro, num espaço de tempo menor. As imagens orbitais (de satélite) estão cada vez mais comuns e de melhor qualidade. Elas se assemelham muito a uma fotografia aérea”, pontuou o coordenador de Geoespacialização do IJSN, Pablo Jabor.

Essas ações de monitoramento ampliam o universo de abrangência do Reflorestar, o que para o coordenador do Programa Reflorestar, Marcos Sossai, a cada ano vem se transformando e ampliando e aperfeiçoando suas estratégias de ação.

“O Reflorestar deixou de ser há muito tempo apenas o executor do programa estadual de pagamento de serviços ambientais a produtores rurais, e passou a executar diversas outras estratégias de ações, com destaque para aquelas que estimulam o uso de florestas como fonte de renda sustentável para o produtor rural”, declarou Sossai.

As imagens também estarão disponíveis para toda a sociedade, por meio do Sistema Integrado de Bases Geoespaciais do Estado do Espírito Santo (Geobases), no link http://bit.ly/GEOBASES_KOMPSAT33A.

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Recept: Turismo receptivo ganha representação

Com o objetivo de ajudar a fortalecer o setor de turismo receptivo brasileiro, que conta com mais de 3 mil agências, foi lançada, nesta terça feira (27) a Recept (Associação Brasileira de Turismo Receptivo).

Qualificar ES abre 26 mil vagas em cursos on-line

O programa Qualificar ES abriu 26 mil vagas em cursos on-line gratuitos. Aqueles que possuem mais de 16 anos e acesso à internet já podem se inscrever.

Visitas ao Parque da Pedra Azul agendadas por e-mail

O parque da Pedra Azul funciona em dois turnos, de 8h às 11h e de 13h às 16h, com limite de 50 visitantes por turno

Espírito Santo ganha novo espaço cultural

Os capixabas vão poder contar com mais um espaço para o crescimento e fomento da cultura no Estado

Banestes promove ações de conscientização

As ações são para conscientização e em apoio à Semana da Segurança Digital

Cinemas voltam a funcionar

As redes kinoplex e Cinemark voltaram a abrir as portas depois de meses fechados.

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 181
Continua após publicidade

Fique por dentro

Ajuste fiscal passa por reformas que aumentam produtividade, diz Bruno Funchal

Funchal disse que o teto dos gastos já endereçou o primeiro problema estrutural da questão fiscal brasileira

Pet – Um mercado sem crise

Segmento cresce na mesma proporção que o amor dos tutores por seus "filhos" A gente ama, cuida e não vive sem. Sendo eles pequenos, peludinhos...

Governo revisará projeção de queda do PIB para 2020 em novembro, diz secretário

"Todos os indicadores de atividade mostram um forte recuperação em V da economia", afirmou Waldery

Boletim aponta queda no turismo do Espirito Santo

O secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana, destacou a importância deste acompanhamento sistematizado, que permite o planejamento de ações cada vez mais eficientes

Vida Capixaba

Recept: Turismo receptivo ganha representação

Com o objetivo de ajudar a fortalecer o setor de turismo receptivo brasileiro, que conta com mais de 3 mil agências, foi lançada, nesta terça feira (27) a Recept (Associação Brasileira de Turismo Receptivo).

Qualificar ES abre 26 mil vagas em cursos on-line

O programa Qualificar ES abriu 26 mil vagas em cursos on-line gratuitos. Aqueles que possuem mais de 16 anos e acesso à internet já podem se inscrever.

Visitas ao Parque da Pedra Azul agendadas por e-mail

O parque da Pedra Azul funciona em dois turnos, de 8h às 11h e de 13h às 16h, com limite de 50 visitantes por turno

Espírito Santo ganha novo espaço cultural

Os capixabas vão poder contar com mais um espaço para o crescimento e fomento da cultura no Estado
Continua após publicidade