26.5 C
Vitória
sexta-feira, 30 outubro, 2020

Estudo da UFPR indica que jogos com torcida só poderão ser disputados após vacina

Leia Também

Escritores capixabas ganham notoriedade no mercado literário

Novos formatos impulsionaram a publicação de autores iniciantes no mercado capixaba

Mercado bom pra cachorro!

Mercado pet foi o que mais cresceu, mesmo em meio a pandemia

Alimentação, o ramo que mais cresceu em 2020

Setor alimentício foi um dos que mais cresceram em 2020

Na pesquisa, eles desenharam quatro possíveis cenários para a retomada do esporte nacional, sendo o primeiro o mais restritivo de todos e o quarto, o de abertura total à prática esportiva e disputa das competições oficiais

(AE) – Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná apontam que o retorno dos torcedores aos estádios de futebol do Brasil, sem maiores riscos, ainda pode demorar para acontecer. De acordo com estudo divulgado nesta segunda-feira, a presença da torcida nas arquibancadas só deve acontecer após as descobertas de uma vacina ou de um medicamento retroviral contra a covid-19.

Os autores do estudo são o professor Fernando Mezzadri e o advogado Paulo Schimitt, coordenador da comissão de integridade da Federação Paulista de Futebol. Mezzadri é doutor em educação física e lidera o projeto de pesquisa “Inteligência Esportiva”, uma parceria do Centro de Pesquisa em Esporte, Lazer e Sociedade (CEPELS), da UFPR, e a Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania.

Na pesquisa, eles desenharam quatro possíveis cenários para a retomada do esporte nacional, sendo o primeiro o mais restritivo de todos e o quarto, o de abertura total à prática esportiva e disputa das competições oficiais.

Neste cenário, de retomada completa das atividades da sociedade, eles apontam a necessidade de uma vacina ou remédio contra o novo coronavírus para que a torcida possa voltar aos estádios sem preocupações.

“A retomada total das atividades esportivas e competições só será possível com a existência de medicamento retroviral eficaz ou vacina que previna e proteja tanto os praticantes/atletas quanto os espectadores”, apontam os autores no estudo.

Mezzadri, que já foi consultor da Unesco sobre políticas públicas de controle de dopagem, acredita que muitas adaptações precisarão ser feitas para que o futebol possa retomar sua rotina de campeonatos.

“Tanto os atletas quanto as pessoas (torcedores) devem fazer os testes como uma forma de controle e precaução, mas a volta aos treinamentos normais e as competições ainda não devem ocorrer agora. Consideramos muito precipitado o retorno as competições pelo atual estágio da pandemia no Brasil”, disse o professor, em entrevista ao site da UFPR.

Os pesquisadores chegaram a estas conclusões a partir das orientações das autoridades mundiais na área de saúde, epidemiologia e higiene e também a partir de um ciclo de debates semanais realizados no canal do YouTube do grupo.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Fim de semana de chuva no Estado

Final de semana será marcado por chuva forte em todo o Estado

Escritores capixabas ganham notoriedade no mercado literário

Novos formatos impulsionaram a publicação de autores iniciantes no mercado capixaba

Guedes diz esperar que SP pague pela vacina

O presidente Jair Bolsonaro e Doria divergem publicamente sobre a obrigatoriedade da vacinação contra a covid-19

Mercado bom pra cachorro!

Mercado pet foi o que mais cresceu, mesmo em meio a pandemia

FGV: Confiança de Serviços cai 0,4 ponto em outubro

O Índice de Situação Atual (ISA-S) aumentou 2,6 pontos, para 79,5 pontos, mantendo tendência crescente iniciada em maio

Alimentação, o ramo que mais cresceu em 2020

Setor alimentício foi um dos que mais cresceram em 2020

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 181
Continua após publicidade

Fique por dentro

Esse governo não vai aumentar os impostos, reitera Guedes

Ministro alegou que o imposto digital possibilitaria a desoneração da folha de salários para todos os setores

Ajuste fiscal passa por reformas que aumentam produtividade, diz Bruno Funchal

Funchal disse que o teto dos gastos já endereçou o primeiro problema estrutural da questão fiscal brasileira

Pet – Um mercado sem crise

Segmento cresce na mesma proporção que o amor dos tutores por seus "filhos" A gente ama, cuida e não vive sem. Sendo eles pequenos, peludinhos...

Governo revisará projeção de queda do PIB para 2020 em novembro, diz secretário

"Todos os indicadores de atividade mostram um forte recuperação em V da economia", afirmou Waldery

Vida Capixaba

AVC, prevenção é o melhor tratamento

Campanha lembra a importância da prevenção do AVC com a prática de exercícios físicos 

Semana Lixo zero promove ação em cidades capixabas

Ação tem como tema "Lixo Zero Inspira Minha Cidade” e acontece em mais de 100 cidades em todo país

Nova forma para recarga do CartãoGv

Acordo assinado essa semana entre as duas empresas, facilitou para quem é usuário do transporte público

A importância do demaquilante correto para sua pele

Farmacêutica explica passo a passo dessa rotina de beleza saudável e dá dicas de como escolher o demaquilante ideal para cada tipo de pele
Continua após publicidade