28.3 C
Vitória
quinta-feira, 18 DE julho DE 2024

Dólar oscila, mas cai com alívio no exterior antes de CPI dos EUA

A queda de 0,6% do volume de serviços foi maior que a mediana negativa de 0,2% apurada pelo Projeções Broadcast

O dólar tem alívio na manhã desta terça-feira, 13, após oscilar mais cedo no mercado à vista, sem se fixar de um lado. Os ajustes são limitados por incertezas fiscais locais. Os investidores estão avaliando os dados de serviços do País divulgados pelo IBGE, e ainda repercutem os sinais da ata da reunião do Copom da semana passada, publicada mais cedo, além de aguardar a divulgação de nomes para a equipe econômica pelo futuro ministro da Fazenda Fernando Haddad, que concederá entrevista coletiva às 18h30.

No exterior, o foco hoje fica no índice de inflação ao consumidor (CPI) de novembro dos Estados Unidos (10h30) em meio a expectativas pela decisão de juros do Federal Reserve amanhã e os sinais de Jerome Powell sobre os próximos passos do ciclo de alta de juros no País para combater a inflação.

- Continua após a publicidade -

Na seara fiscal, o relator do Orçamento de 2023, senador Marcelo Castro (MDB-PI), concede entrevista coletiva sobre o Orçamento de 2023, às 10h30.

Fontes disseram ao Estadão/Broadcast que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), faz nova reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira, nesta terça-feira, para tentar destravar a PEC da Transição, que estava prevista para começar a ser votada na Câmara nesta quarta-feira..

Na agenda econômica, a queda de 0,6% do volume de serviços prestados no País em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, foi maior que a mediana negativa de 0,2% apurada pelo Projeções Broadcast. Na comparação com outubro de 2021, houve avanço de 9,5% em outubro, menor que a mediana positiva esperada de 10,5%. A taxa acumulada no ano – que tem como base de comparação o mesmo período do ano anterior – foi de alta de 8,7%. No acumulado em 12 meses, houve aumento de 9,0%, ante 8,9% até setembro.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, iniciou participação em evento do Poder 360 e PICPay. Campos Neto avaliou que existe um trade-off entre o tipo de tecnologia adotada e a proteção de dados que é possível em cada plataforma. “Quanto mais profundo for o sistema, menos proteção você consegue ter”, admitiu. Para Campos Neto, apesar da volatilidade de criptoativos, essa tecnologia é algo que não tem volta. “Por uma simples razão: é muito mais eficiente fazer dessa forma”, completou.

Às 9h22 desta terça-feira, o dólar à vista caía 0,17%, aos R$ 5,3033. O dólar para janeiro de 2023 recuava 0,46%, aos R$ 5,3255.

Com informações de Agência Estadão

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA