21 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril, 2024

Davi Esmael: “Vou sempre divergir do PT e do Psol em Vitória”

Representante do conservadorismo na Câmara de Vitória, vereador Davi Esmael comentou sobre alinhamento com atual prefeito e embates no Legislativo

Por Robson Maia

Representante do conservadorismo na Câmara de Vitória, o vereador Davi Esmael (PSD), não poupou críticas aos adversários políticos e se posicionou de forma contundente em relação a temas polêmicos, como o aumento do subsídio aprovado para os vereadores da capital. Em entrevista exclusiva à ES Brasil, o parlamentar também abriu o jogo em relação a atual gestão de Vitória e defendeu o bom relacionamento entre Legislativo e Executivo em Vitória.

- Continua após a publicidade -

Em direção oposta ao Partido Social Democrático (PSD), Esmael abriu o jogo sobre as movimentações políticas nos últimos meses. O parlamentar esteve próximo de ingressar no Partido Liberal (PL), do ex-presidente Jair Bolsonaro. Hoje, o vereador caminha em direção ao Republicanos, partido do prefeito Lorenzo Pazolini.

“Não há mais identificação com PSD, partido onde estou hoje, razão pela qual abri conversas com o Partido Republicanos e o Partido Liberal. Nós ainda não temos uma definição muito clara. A escolha precisa se dar até março do ano de 2024, e certamente até lá, com muita oração, saberemos qual é o local que Deus tem para nós para buscarmos a reeleição”, disse Esmael.

A ligação direta com o Pazolini é algo que Esmael fez questão de reforçar durante a entrevista. O parlamentar disse que está “99% alinhado” com as pautas do Executivo municipal e afirmou acreditar que a gestão do atual prefeito tem sido positiva para o município.

"Acredito que sou 99% alinhado com a gestão do prefeito Lorenzo Pazolini", diz Davi Esmael à ES Brasil - Foto: ES Brasil
“Acredito que sou 99% alinhado com a gestão do prefeito Lorenzo Pazolini”, diz Davi Esmael à ES Brasil – Foto: ES Brasil

“Sou amigo do Lorenzo (Pazolini). Tivemos a oportunidade de fazermos faculdade juntos e lá aprendi que o poder legislativo e executivo precisavam ser independentes, (…) mas também que precisamos ser harmônicos. E essa harmonia tem permitido grandes avanços aqui na cidade de Vitória. Avanços na relação com as igrejas evangélicas, na pauta da pessoa com deficiência, nas questões de mobilidade, educação, saúde, segurança pública. Tem muita coisa boa sendo anunciada”, destacou Davi.

Sobre a “rivalidade” protagonizada com parlamentares considerados de esquerda, como os vereadores André Moreira (Psol) e Karla Coser (PT), Esmael sustentou a posição contrária aos temas propostos pelos adversários. O vereador reforçou, no entanto, que a divergência é apenas ideológica, e não pessoal.

“Quero deixar claro que divergirei (sic) sempre daquilo que o PT e o PSOL se posicionarem aqui na cidade de Vitória. Primeiro porque defendem valores e princípios completamente antagonistas daquilo que eu penso, daquilo que o grupo político que me levou até a Câmara pensa, daquilo que está escrito na palavra de Deus. E irei atuar sempre na defesa do conservadorismo. Karla e André Moreira representam aquilo que não quero para a nossa sociedade. O debate não é pessoal. (…) O projeto político do PT foi testado aqui na cidade de Vitória por 8 anos e não deu certo. Exatamente por isso faço questão de me posicionar contra aquilo que eles querem, voltar”, declarou o parlamentar.

O ex-presidente da Câmara Municipal comentou também sobre o reajuste salarial aprovado de quase 100% dos vencimentos dos vereadores a partir da próxima legislatura. Um dos únicos quatro parlamentares a votar de forma contrária ao PL, Esmael considerou que a pauta foi discutida de forma equivocada.

“Votei contra porque estou ali não para agir de acordo com o que penso, e sim com o que as pessoas que me levaram à Câmara de Vitória. Consultando essas pessoas e amigos, a gente entendeu que era hora de votar contra esse aumento que foi bem generoso, bem grande, e que discordei e continuo discordando”, enfatizou o parlamentar.

Durante a conversa, Esmael comentou sobre o polêmico projeto de sua autoria que deu origem a Lei “Eu Escolhi Esperar”, além dos planos para o próximo pleito eleitoral. Confira na íntegra:

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA