25 C
Vitória
sexta-feira, 5 junho, 2020

Espírito Santo sofre com áreas de solo degradado

Leia Também

Dia Mundial do Meio Ambiente estimula ações de preservação do planeta

Para comemorar a data, instituições privadas, ONG's, prefeituras, e outras, se unem para fazer ações de conscientização em tempo de pandemia.

Prefeitura de Vila Velha e BNDES firmam parceria para modernizar parque de iluminação da cidade

Inicialmente, o sistema substituirá as 35 mil luminárias em toda a cidade, com lâmpadas com tecnologia de LED, além de telegestão, instalação de tecnologia de monitoramento remoto das luminárias.

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Produtos com até 50% no Dia Livre de Impostos

E por conta da pandemia do novo coronavírus, os estabelecimentos inovaram. Neste ano, o Dia Livre de Impostos será on-line.

O assunto é ainda mais difundido nesta segunda-feira (15), quando é celebrado o Dia Mundial de Conservação do Solo

O Espírito Santo apresenta mais de 393 mil hectares de áreas degradadas, sendo 61% ocupadas com pastagem, segundo informações do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

E a degradação dos ecossistemas agrícolas é um dos temas mais importantes tratados, principalmente por conta do Dia Mundial de Conservação do Solo, celebrado nesta segunda-feira (15).

No Brasil, a data foi oficializada por meio do decreto de lei nº 7.876, de 13 de novembro de 1989. A criação foi uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e visa o combate e conscientização sobre o que provoca a poluição do solo.

E pensando neste assunto, o Incaper iniciou no ano passado uma pesquisa que tem feito a diferença em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. O trabalho está sendo desenvolvido pelo pesquisador do Incaper, Gustavo Soares de Souza e é realizado desde janeiro de 2017, na Fazenda Experimental Bananal do Norte (FEBN), e tem potencial de ser aplicado em toda a Bacia do Rio Itapemirim.

Na pesquisa estão sendo testados tipos de preparo de solo como aração do solo em nível e morro abaixo e o plantio direto, sem preparo do solo. Esse trabalho visa a comparar o efeito de sistemas de manejo sobre a qualidade do solo, as perdas de solo e água (erosão) e o desenvolvimento da pastagem.

“Espera-se nesta pesquisa, que a semeadura direta realizada após a correção da fertilidade do solo e o consórcio da pastagem com eucalipto e gliricídia promovam melhorias na qualidade do solo, reduzam as perdas por erosão hídrica sem redução significativa na produtividade da pastagem. Espera-se ainda que o preparo do solo em nível com tração animal minimize o processo erosivo em relação à aração morro abaixo”, explicou Gustavo.

Análise do solo

De acordo com o Incaper, antes de plantar é necessário conhecer o solo que receberá as sementes. Conhecer as características, as limitações e índice de fertilização são fundamentais, assim pode-se evitar desequilíbrios ambientais.

O instituto recomenda, por meio de seus profissionais, a análise química do solo nas propriedades rurais. Tal ferramenta é extremamente importante para os produtores rurais, uma vez que determina os teores de nutrientes e as características que podem influenciar a disponibilidade dos nutrientes para as plantas.

Práticas de conservação

Antes de mais nada, é necessário ter um preparo do solo. Para isso, o plantio direto, sem revolvimento do solo, é uma prática conservacionista muito utilizada em áreas com produção de grãos é a mais indicada.

A tração animal é outra prática de preparo que diminui a compactação e favorece a infiltração de água no solo. Com isso, auxilia no controle da erosão, além de proporcionar melhores condições físicas do solo para o desenvolvimento das raízes das forrageiras.

Outro sistema recomendável é o silvipastoris, ou seja, que consorciam pastagem com espécies florestais é apontado como uma opção viável para a recuperação de pastagens em processo de degradação pelo maior aporte de resíduos orgânicos no solo, ciclagem de nutrientes e auxílio no controle da erosão.

Além disso, melhora o microclima local, o que aumenta a umidade do solo e o conforte térmico para os animais, principalmente em locais de clima tropical.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Inflação para famílias de baixa renda cai 0,30% em maio, diz FGV

Com o resultado, o índice acumulou alta de 0,81% no ano de 2020. Em 12 meses, o indicador acumulou avanço de 2,59% Por Daniela Amorim (AE)...

Dia Mundial do Meio Ambiente estimula ações de preservação do planeta

Para comemorar a data, instituições privadas, ONG's, prefeituras, e outras, se unem para fazer ações de conscientização em tempo de pandemia.

Projeção de alta do crédito bancário em 2020 passa de 4,8% para 7,6%, diz BC

Já a projeção de crescimento do crédito livre em 2020 passou de 8,2% para 10,6%. No caso dos recursos direcionados, a projeção foi de zero para alta de 3,5%.

Adidas informa que dois terços de suas lojas em todo o mundo já reabriram

As taxas de abertura das lojas da Adidas na América do Norte e América Latina ainda estão significativamente abaixo de 50%.

Vida Capixaba

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Vitória organiza Circuito Cultural com exposição on-line

Os alunos do Núcleo de Fotografia do Circuito Cultural, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc) fizeram trabalhos que estão sendo disponibilizados por meio de uma exposição on-line. 

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.
Continua após publicidade