20.5 C
Vitória
sábado, 20 DE julho DE 2024

Comércio virtual de carnaval deve movimentar R$ 5,5 bi

Acessórios de empreendedores capixabas se destacam na internet, garantindo milhares de visualizações e renda para muita gente

Por Gustavo Costa

O tradicional ditado de “o ano só começa no Brasil após o carnaval” não se aplica a muitos empreendedores que aproveitam exatamente a folia para apresentar produtos e lucrar bastante, sobretudo com o auxílio das redes sociais.

- Continua após a publicidade -

Segundo dados dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), só no comércio virtual, as projeções para este ano indicam um faturamento de cerca de R$ 5,5 bilhões. Logo, é um cenário muito convidativo, e os capixabas não poderiam ficar de fora dessa oportunidade de elevar as vendas.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae-ES) inclusive oferece artes temáticas para Instagram, Facebook e WhatsApp, de forma gratuita, potencializando o alcance dos produtos criados por empreendedores do Estado. “Não é preciso pagar a criação de uma peça. Na Biblioteca Digital do Sebrae há modelos de posts editáveis, inclusive para o carnaval. Basta baixá-los e adaptá-los para a realidade do empresário”, explicou o analista Bernardo Buteri.

Mais de 20 mil visualizações em 10 dias

A artesã Daíse Duarte é uma das empreendedoras no Espírito Santo que sabem aproveitar as datas como o carnaval. Produzindo manualmente diversos acessórios temáticos, disponibiliza opções diferentes e criativas na internet. De acordo com ela, em apenas 10 dias, foram 20 mil visualizações no YouTube. “Todo carnaval tem alguma novidade. Neste ano, estourou um modelo de flor de paetê e resolvi publicar um tutorial de como fazê-lo no meu canal”, falou.

Já o casal Renata Cristiny e Pedro Henrique Machado analisa as tendências no período para pautar a sua produção de adornos, pulseiras, brincos, colares e muito mais. O casal prioriza vídeos e fotos no Instagram e tem obtido bons resultados. “Nós iniciamos as produções manuais já em novembro para, no início de janeiro, começar as postagens de divulgação das peças de Carnaval”, destacou Renata.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA