26 C
Vitória
sexta-feira, 12 abril, 2024

Censo 2021: IBGE abre mais de 4 mil vagas temporárias no Espírito Santo

O edital indica, para o Estado, mais de 3,6 mil oportunidades para recenseador e mais de 400 para agente censitário

Por Mike Figueiredo

Começam nesta sexta-feira (19) as inscrições para as vagas abertas no Espírito Santo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) relacionadas ao Censo Demográfico 2021. Até o dia 15 de março, os interessados nas 323 oportunidades para agente censitário supervisor ou nas 103 vagas de agente censitário municipal devem se cadastrar na plataforma eletrônica do concurso. Já na próxima terça-feira (23) o IBGE abre as inscrições para as mais de 3,6 mil vagas para recenseador distribuídas por todo o Estado.

- Continua após a publicidade -

O IBGE organizou o concurso para permitir a participação nos dois processos seletivos do Censo 2021. A prova dos agentes censitários está marcada para acontecer no dia 18 de abril. Os candidatos a recenseadores fazem a prova somente no dia 25 de abril. O órgão destacou que aplicará as avaliações em todos os municípios onde houver vagas anunciadas.

No Espírito Santo, os municípios com maior quantidade de vagas para o Censo 2021 são justamente os mais populosos e localizados na Região Metropolitana: Serra (502), Vila Velha (482), Cariacica (380) e Vitória (363). No interior do Estado, os municípios com mais oportunidades abertas são Cachoeiro de Itapemirim (210), Linhares (166), Colatina (126) e Guarapari (125). Confira o quadro total de vagas disponibilizado pelo IBGE.

Segundo informações do instituto, em todo o Brasil o Censo Demográfico 2021 abre 181.898 vagas para recenseador, 16.959 para agente censitário supervisor (ACS) e 5.450 para agente censitário municipal (ACM). As oportunidades estão distribuídas em 5.297 municípios do país.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA