22.7 C
Vitória
domingo, 21 DE julho DE 2024

CBF produz taças para Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo

A CBF organiza um esquema especial para que a taça do Brasileirão esteja nos confrontos dos três postulantes ao título, em locais diferentes

Apesar de virtual campeão, o Palmeiras ainda não levantou a taça do Campeonato Brasileiro – a 12ª de sua história. Com três pontos de vantagem na tabela, a equipe de Abel Ferreira pode conquistar o título até em caso de derrota, se o Atlético-MG, segundo colocado, não conseguir tirar oito gols de saldo na última rodada. O Flamengo, terceiro colocado, tem situação ainda mais delicada: 16 gols atrás do Palmeiras no saldo. Mesmo assim, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) organiza esquema especial para que a taça do Brasileirão esteja nos confrontos dos três postulantes ao título, em cidades e Estados diferentes.

O Palmeiras enfrentará o Cruzeiro no Mineirão, em Belo Horizonte O Flamengo vai jogar contra o São Paulo no Morumbi. E o Atlético-MG visitará o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com as longas distâncias entre os estádios, seria inviável para a CBF transportar o troféu de um Estado para outro em caso de resultado inesperado nesta quarta.

- Continua após a publicidade -

A opção escolhida foi deixar, em cada um dos estádios, uma taça original do Brasileirão, principalmente em respeito aos times que brigam pelo título. As informações foram apuradas por nossa reportagem.

A entidade entende que, apesar de as chances de um título de Atlético-MG ou Flamengo serem mínimas, seria um erro não planejar uma festa no Morumbi e na Fonte Nova. Vale pontuar que, em cada um dos estádios, estará um troféu original do Brasileirão e não uma réplica, diferentemente de outras ligas e competições, como Campeonato Inglês e Copa do Mundo, no qual a taça é “emprestada” por um ano ao time campeão e repassada ao fim da próxima temporada.

Assim, uma taça será entregue ao fim da 38ª rodada e as demais serão guardadas pela CBF e distribuídas nas edições de 2024 e 2025 para os próximos campeões. O mesmo já havia ocorrido no Brasileirão de 2020, quando Internacional e Flamengo chegaram à última rodada com chances de título. O modelo do troféu não muda para cada ano, a única exceção se deu em 2021, quando foi produzido um modelo único, em alusão aos 50 anos do Campeonato Brasileiro. O Atlético-MG foi campeão naquela temporada.

O Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aponta uma probabilidade de 99,973% de o Palmeiras terminar esta quarta-feira com o título do Brasileirão. O Atlético-MG, para operar um milagre, precisaria que o time de Abel perdesse, além de obter uma goleada sobre o Bahia, que luta contra o rebaixamento. O Flamengo vive cenário semelhante e precisaria tirar uma diferença de saldo de 16 gols contra o São Paulo. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA