22.1 C
Vitória
sábado, 25 maio, 2024

Carlos Sainz diz não ter ideia de onde correrá na F1 em 2025

Preterido pela Ferrari após a escuderia italiana decidir contratar Lewis Hamilton, Sainz tem sido uma das estrelas da temporada

O piloto espanhol Carlos Sainz, da Ferrari, afirmou nesta terça-feira em Xangai que não tem ideia de onde correrá na Fórmula 1 em 2025. Ele está nesta situação após a escuderia italiana decidir contratar o heptacampeão mundial Lewis Hamilton para a próxima temporada. Isso significa que 2024 será o quarto e último ano de Sainz na Ferrari.

Apesar de ter sido preterido, Sainz tem sido uma das estrelas da temporada. Após um pódio no Bahrein e uma cirurgia no apêndice, ele conquistou a vitória no GP da Austrália. Após outro pódio no Japão, o espanhol está em quarto lugar entre os pilotos, mesmo com a ausência na Arábia Saudita, gerando muita especulação no paddock sobre onde ele poderia correr no futuro.

- Continua após a publicidade -

Várias equipes, incluindo Red Bull e Mercedes, ainda não confirmaram suas duplas para 2025. Sainz admitiu que está conversando com “muitas equipes”. Em entrevista à Sky Sports F1 sobre seus planos, ele afirmou: “Honestamente, infelizmente não tenho ideia de onde estarei no próximo ano”.

O espanhol disse que precisa manter o foco no que está fazendo. “Apenas provar para mim mesmo, provar para todos que, quando recebo um carro rápido, eu maximizo o que recebo”, afirmou. Sainz tem quatro pontos a menos (59 a 55) do que seu companheiro de Ferrari, Charles Leclerc, mesmo com um GP a menos.

Sainz foi questionado se ele sente que seu futuro está sob seu controle ou se dependerá primeiro das decisões de outras pessoas. “Também depende de outras pessoas, das outras equipes. Eles sabem que estou disponível, então vamos ver o que acontece”, afirmou o espanhol, que disse que a Ferrari está melhor nesta temporada em comparação com 2023.

“Com este carro você pode brilhar um pouco mais. Com o do ano passado fiz performances parecidas com as deste ano, mas não dava para brilhar. Era um carro muito mais difícil de pilotar”, afirmou. “Na corrida você estava olhando para trás. Este ano estamos olhando para frente, você está ultrapassando e isso permite que você brilhe um pouco mais.”

O quatro GP da temporada acontece no final de semana, em Xangai. A corrida Sprint acontece na madrugada de sábado (horário de Brasília), e o GP da China será disputado no domingo. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA