24.4 C
Vitória
quarta-feira, 29 maio, 2024

Bolsas da Ásia fecham em alta, com rumores sobre mudanças na China sobre covid

Ações ligadas a baterias e à energia nuclear estiveram entre os destaques. Havia expectativa pela decisão do Federal Reserve na Bolsa de Valores

Os mercados acionários das Bolsas de Valores da Ásia registraram ganhos, nesta terça-feira (1). O movimento foi impulsionado por rumores nas redes sociais, não confirmados por Pequim, de que a China se prepararia para relaxar restrições contra a covid-19 em março.

A Bolsa de Xangai fechou em alta de 2,62%, em 2.969,20 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, subiu 2,97%, a 1.942,36 pontos. A maioria das ações subiu, com companhias aéreas, consumo e produtores de alimentos entre os destaques. BTG Hotels Group subiu 8,7%, China Tourism Group Duty Free teve alta de 10% e a fabricante de bebidas Kweichow Moutai avançou 8,3%.

- Continua após a publicidade -

Em Hong Kong, o índice Hang Seng registrou alta de 5,23%, em 15 455,27 pontos, após chegar a subir 6,4% no dia. No fechamento, o ganho diário foi o maior em quase um mês. Gigantes de tecnologia da China lideraram as altas, com Tencent avançando 11% e Meituan, 12%, também com as especulações sobre mudanças da China em relação à covid-19 em destaque.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei fechou com ganho de 0,33%, em 27.678,92 pontos. O setor de aviação subiu, com JAL em alta de 1,0% e ANA, de 2,5%. Após balanço, Japan Tobacco registrou ganho de 9,5%. Já Toyota Motor caiu 1,9%, após seu lucro líquido decepcionar no resultado trimestral.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi fechou em alta de 1,81% em Seul, em 2.335,22 pontos. Ações ligadas a baterias e à energia nuclear estiveram entre os destaques. Além disso, havia expectativa pela decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) nesse mercado.

Em Taiwan, o índice Taiex subiu 0,68%, a 13.037,21 pontos.

Na Oceania, o índice S&P/ASX 200 fechou com ganho de 1,65% em Sydney, em 6.976,90 pontos. Ações de commodities puxaram o resultado. Na política monetária, o Banco da Reserva da Austrália (RBA, na sigla em inglês) elevou a taxa básica de juros em 25 pontos-base, a 2,85% ao ano, na sétima alta consecutiva em 2022, além de prever novas altas adiante. O TD Securities considerou o comunicado do RBA “dovish”, em relação à expectativa. Com informações da Dow Jones Newswires.

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA