16.6 C
Vitória
quarta-feira, 29 junho, 2022

Ales: café irregular volta a ser apreendido no ES

A operação aconteceu em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. Foto: Divulgação (Assessoria)

A operação que encontrou café irregular foi feita pela comissão de Agricultura da Ales em parceria com a Decon

Por Josué de Oliveira

A comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, em parceria com a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor da Polícia Civil, realizou nesta terça-feira uma nova operação para apreender café irregular no município de Cachoeiro de Itapemirim.

Em um estabelecimento, localizado no bairro Amarelo, foram apreendidas 11.737 unidades do café fabricado em Minas Gerais.

“O produto contem irregularidade na composição uma vez que foi encontrada a presença de milho. O produto ainda tem no rótulo um selo da ABIC, atestando a pureza do café. É uma deslealdade com os produtores de nosso Estado, desde os pequenos agricultores até os empresários, que produzem café de qualidade”, disse a presidente da comissão, deputada Janete de Sá.Segundo Janete, o Estado tem se destacado nacionalmente, investindo nesse setor e conquistando prêmios pela qualidade do café.

“Não podemos deixar que cafés irregulares, que por não terem qualidade, apresentam um preço baixo, acabem enganando o consumidor capixaba e gerando prejuízo para o setor cafeeiro”, declarou.

Na semana passada, um operação da comissão de Agricultura e a Decon também retirou de supermercados da Grande Vitória, outras três marcas de cafés irregulares

Enquanto a Comissão de Agricultura e a DECON aturam em Cachoeiro de Itapemirim, a Superintendência de Polícia do Interior Norte coordenou ações nas Delegacias de Linhares, Aracruz, João Neiva, Iuna, Ibatiba e Marechal Floriano.

Com a operação de hoje já foram apreendidas no Estado 40 mil unidades de café irregular, o que dá aproximadamente 15 toneladas do produto.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade