Investimento de 407 milhões no saneamento em Vila Velha

O projeto é resultado da parceria público-privada (PPP) entre a Cesan e a empresa Vila Velha Ambiental pelo período de 30 anos

Um investimento de R$ 407 milhões que vai beneficiar toda a cidade de Vila Velha em dez anos. É o projeto de ampliação, manutenção e operação do sistema de esgotamento sanitário no município que teve ordem de operação anunciada na manhã desta terça-feira (04) pelo Governo do Estado, em evento realizado na Estação de Tratamento de Esgoto de Araçás. O evento contou com a participação de secretários municipais, vereadores, lideranças comunitárias, secretários de Estado, deputados estaduais e federais.
O projeto é resultado da parceria público-privada (PPP) entre a Cesan e a empresa Vila Velha Ambiental pelo período de 30 anos. O recurso será aplicado pela empresa, que iniciará os trabalhos esta semana. A manutenção será em toda a cidade e onde não há rede de esgoto a empresa fará a instalação.
O governador Paulo Hartung comemorou a assinatura da ordem de operação. “É um dia histórico para Vila Velha e para o Estado. A sociedade clama pela evolução na coleta, tratamento e destinação do esgoto. Cada real investido em saneamento é menos quatro reais gastos na saúde”,  ressaltou.
O prefeito Max Filho destacou a parceria que trará excelentes resultados para Vila Velha. “É imprescindível que o princípio da eficiência esteja presente nos negócios públicos. Ao conjugar esforços da iniciativa privada, todos temos a ganhar em obras e serviços; a partir de segurança jurídica para operação, podemos avançar muito. Vila Velha aplaude esse gesto”, enfatizou.
Ainda em sua fala, o prefeito solicitou postura fiscalizatória por parte da Cesan nos serviços a serem executados. “Obra causa impacto. É inevitável certo transtorno que incomoda a rotina da população, por isso pedimos critério no reestabelecimento do pavimento das vias. Primem pela qualidade e contem conosco nessa parceria”, completou.
A diretora financeira do Movive, Cristian Puppim, que assinou a ordem de operação como testemunha, disse que o município verá um sonho se concretizando a partir de agora. “Estamos há 20 anos na luta pela qualidade de vida, por um ambiente sustentável e digno para nossa população. Essa proposta de PPP é o modelo ideal de trabalho. Os gestores públicos precisam avançar e mais parcerias como essa”, sintetizou.

Ampliação do sistema
A Cesan e a Vila Velha Ambiental vão construir 370 km de rede de esgoto, 24 elevatórias e farão, no total, 37.698 ligações ao sistema de tratamento. A ampliação da cobertura de saneamento sairá de 56% para 95% no município. Dos R$ 684 milhões em investimentos, previstos no Plano de Universalização do município, a Vila Velha Ambiental vai aplicar R$ 407 milhões em uma década.
Mais de R$ 277 milhões serão executados nos próximos cinco anos pela Cesan, outros R$ 34 milhões serão investidos no sistema de esgotamento sanitário de Ponta da Fruta até Barra do Jucu. Ao todo serão 643 km de rede e 62 mil novas ligações disponibilizadas. Em três anos, as estações de tratamento de Araçás e Ulisses Guimarães serão parcialmente ampliadas. Também será feita a interligação de 13 mil imóveis ao sistema de esgoto. Atualmente, a cidade conta com 404 km de rede de esgoto, oito Estações de Tratamento e 42 elevatórias. No primeiro ano de trabalho, a Vila Velha Ambiental gerará, dentro do município, 300 empregos.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome