Edição 140

A edição deste mês tem um sabor bastante especial para a equipe ES Brasil. Primeiro, porque estamos comemorando 12 anos de mercado, com direito a nos orgulharmos em ser referência em negócios, possibilitando a empresários capixabas e de outros locais acesso, através de várias plataformas, a um veículo capaz de contribuir nas tomadas de decisões.
Desde 2005, temos nos destacado na cobertura dos principais fatos econômicos, políticos e do cotidiano do Estado, mantendo uma linha editorial que prioriza a informação estratégica, por meio de matérias especiais, entrevistas e artigos, envolvendo analistas em diversas áreas.
O tempo passou, a revista ganhou corpo, e hoje sobram motivos para festejar 12 anos ininterruptos de publicações e uma ampliação de sua capilaridade, pois a ES Brasil se encontra em diversas plataformas — impresso, digital (interativo), rádio, aplicativo, mobile e outros, além da presença nas principais mídias sociais alcançando assim milhares de impactos por mês. Uma alegria que queremos dividir com você, leitor, parte fundamental desta bela história.
O segundo motivo é que, agora em março, a população capixaba cruzou a fronteira dos 4 milhões de habitantes. Para celebrar este momento histórico e debater os desdobramentos dessa marca, preparamos uma série-documentário que será apresentada nesta e nas próximas edições. Este mês, #Somos4milhões traz os perfis demográfico e cultural de nosso Espírito Santo.
Como se desenha nossa pirâmide etária? Qual a projeção de crescimento para as próximas décadas? Quais as variações de nosso perfil socioeconômico? De onde vieram nossos primeiros habitantes, além dos índios? Todas essas respostas estão aqui.
Já para a próxima edição, vamos trazer um panorama sobre o cenário econômico capixaba e uma detalhada avaliação de nossos principais desafios, na visão de consultores, professores e políticos.
Destacamos ainda neste número uma matéria mostrando que, apesar da queda de 3,6% do PIB em 2016 e das muitas incertezas diante dos desdobramentos da Lava Jato e mesmo dos caminhos que vêm sendo adotados pelo governo Temer, não se pode negar que alguns indicadores já apontam para uma luz no fim do túnel da economia.
A melhora na demanda por commodities, o aumento da safra agrícola e a queda da inflação e dos juros são reais e influenciam de forma positiva na tão esperada retomada do desenvolvimento, embora ainda seja preciso lidar com o fantasma do desemprego e do atraso nas reformas que prejudicam de maneira significativa a credibilidade do Brasil diante dos investidores estrangeiros.
Isso sem falar de nossos artigos e colunas com os últimos acontecimentos, as dicas gastronômicas e as sugestões sobre o que ler, ver e ouvir.

Boa leitura!

Mário Fernando Souza
Editor Executivo

 

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome