Ar-condicionado portátil promete baixo consumo de energia

ar-condicionado portátil
Foto: Divulgação Evapolar

Ar-condicionado portátil Evapolar precisa de apenas 1 litro de água para manter o frio por até oito horas. Produto pode ser encontrado nas versões evaLIGHT e evaSMART

Dois modelos de ar-condicionado portátil que funcionam a base d’água e precisam apenas de um cabo USB como fonte de energia, podem ser uma ótima alternativa para dar aquela refrescada no verão. Desenvolvidos pela empresa russa Evapolar, os modelos evaLIGHT e evaSMART, custam US$ 180 (cerca de R$ 590) e US$ 256 dólares (cerca de R$ 832), respectivamente, podendo ser entregues no Brasil. Os equipamentos são vendidos direto pelo site da fabricante e em lojas não-oficiais.

As duas versões do ar-condicionado portátil prometem reduzir a temperatura em até 17 graus Celsius em cerca de dez minutos, necessitando apenas de 1 litro de água para manter o frio por até oito horas. Mas é claro que o desempenho de ambos os produtos também depende das condições climáticas, ou seja, quanto mais quente, mais demorado fica para esfriar a temperatura.

Outro ponto positivo é o baixo consumo de energia que chega entre 10 e 12 W, quando um ar-condicionado convencional gasta aproximadamente 900 W. Segundo a empresa, a economia pode ser justificada pela ausência de um motor para comprimir o ar. Além de todos esses benefícios, o produto vem ainda com um material inorgânico no filtro de ar que impede a passagem de bactérias e microorganismos. E aí, será que vale a pena arriscar no Evapolar para aliviar o calor?

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome