Acordo prevê a criação de Centro de Estudos Climáticos no ES

acordo
Foto: Divulgação/ Secti

Protocolo de Intenções prevê a realização de pesquisas climáticas ligadas a diversas áreas, como agricultura e logística. O acordo foi assinado nesta última quinta-feira (5)

O Governo do Estado, a Vale e a Universidade Federal do Espírito Santo assinaram um Protocolo de Intenções, nesta quinta-feira (5), para potencializar pesquisas e promover o desenvolvimento científico e tecnológico capixaba. O acordo prevê a implantação do Centro de Estudos Climáticos Avançados do Espírito Santo, que ficará localizado na Ufes.

No espaço, será possível realizar pesquisas que unem o clima às diversas áreas de estudos, como agricultura, logística e saúde. “Este será um momento histórico se transformarmos esse papel em realidade. Quero conclamar para assinarmos um papel em definitivo nos próximos 30 dias. Aqui é uma intenção, mas devemos sair do gesto para o concreto e rapidamente. É um tema que desafia o planeta”, avaliou o governador Paulo Hartung.

acordo
Centro de Estudos ficará localizado nas dependências da Ufes – Foto: Divulgação

No acordo, cada instituição irá se responsabilizar em contribuir com um determinado recurso, como a Ufes, que irá conceder um espaço para a implantação do Centro. Já o Governo Estadual, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), vai lançar um edital com a oferta de três bolsas de mestrado, duas de doutorado e uma de pós doutorado.

No caso da Vale, a contribuição virá por meio do aporte de recursos à Fapes, para viabilizar a participação do pesquisador Carlos Nobre, engenheiro eletrônico pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), PhD pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) e referência internacional em climatologia, que atuará como coordenador da implantação do centro.

“Queremos contribuir para a consolidação das instituições científicas, para avançar e divulgar conhecimento e buscar ações de mitigação que possam diminuir os efeitos dos eventos climáticos”, destacou o gerente-executivo de Tecnologia e Inovação da Vale, Luiz Mello.

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome