21.9 C
Vitória
sábado, 25 setembro, 2021

Resíduo vira arte em exposição na Casa da Memória, em Vila Velha

No próximo final de semana, dentro das atividades do Dia Mundial da Limpeza, estará aberta à visitação, na Casa da Memória, na Prainha, a instalação de pinturas e esculturas “Resíduo Vira Arte”, de Romário Batista

Por Munik Vieira

Na instalação, o artista plástico mira seu olhar sobre as possibilidades de coletar resíduos em trechos urbanos e prepará-los como suporte na elaboração de trabalhos artísticos, como esculturas e pinturas: “Armários, borracha e plástico, que são facilmente encontrados descartados, muitas vezes de maneira incorreta, provocam danos ambientais irreparáveis. A ideia é criar a consciência do dano causado por essa má conduta”, diz Romário.

“O projeto do artista é de cunho ambiental e educacional e mostra a transformação que a arte promove através do aproveitamento de resíduos. Ele também realiza oficinas, cujos resultados poderão ser vistos na exposição”, informa o subsecretário de Cultura, Manoel Goes.

Dia Mundial da Limpeza

O Dia Mundial da Limpeza é um movimento mundial, com a adesão de cidades de aproximadamente 180 países. “Neste ano, Vila Velha participa mobilizando apoiadores em ações pela cidade e em atividades que serão realizadas no Parque da Prainha. O objetivo da ação é chamar a atenção para o grande problema dos resíduos sólidos urbanos, descartados de forma irregular”, informa o secretário de Turismo, Esporte e Cultura, Paulo Renato Fonseca Junior.

A instalação, com entrada gratuita, fica disponível neste sábado (18) e domingo (19), na Casa da Memória, das 9 às 18h.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade