26 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

O dia em que o mundo parou!

Parece inacreditável mas este dia chegou! Não é a música do Raul Seixas, não é mais um filme de ficção científica, mas a mais pura realidade

Não vou pontuar aqui as diversas teorias que já se ouviu a respeito, de que foi proposital ou se foi acidental. Se é conspiração política ou não. O fato é que o mundo parou. O inacreditável aconteceu. Se foi um chamado do universo ou não, acredito que não vem ao caso. Mas hoje todos estão em suas casas, trabalhando ou não. Mas em suas casas. Sem poder sair, sem o tão amado direito de ir e vir. Onde solidariedade passou a ser a palavra de ordem. O ajudar, o olhar o outro, tornou-se quase que obrigatório, o convívio familiar passou a ser inevitável.

O ser humano que vinha num ritmo tão acelerado, olhando somente para si, sem tempo para nada muito menos para o outro, de repente teve que parar e olhar o próximo.

- Continua após a publicidade -

Podemos sair deste momento de duas formas: do mesmo jeito e continuarmos olhando somente para nós mesmos e nossos próprios interesses. Ou realmente entendermos que somos seres sociais e que torna-se necessário deixarmos o individualismo de lado e reconstruir a forma da qual vivemos e nos relacionamos hoje. Onde o outro será valorizado, onde o cuidar do outro virá de forma natural.

Não sabemos o que mudará após passar essa pandemia, só temos uma certeza: a de que podemos fazer um mundo diferente, mais solidário, melhor.

Um pequeno vírus conseguiu fazer o que os gigantes do mundo não conseguiram. Que todos parassem. Isto não vem demonstrar o quanto somos frágeis, que não somos indestrutíveis como pensávamos, mas, sim que somos capazes de nos reinventarmos de nos transformarmos em seres melhores.

Natache Barros

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA