26.7 C
Vitória
terça-feira, 27 outubro, 2020

Campos Neto: choque fiscal explica parte da depreciação cambial dos emergentes

Leia Também

Fundo para municípios do sul deve ser extinto

O Fundo de Desenvolvimento Econômico do Sul do Espírito Santo (Fundesul) será extinto. A medida está no Projeto de Lei (PL) 511/2020, encaminhado pelo governador Renato Casagrande (PSB) à Assembleia Legislativa (Ales).

Bandes abre linha de crédito para empresas capixabas

Os micro, pequenos e médios empresários capixabas vão ganhar apoio econômico para a retomada da economia no Estado.

Vila Velha ganha modernização na iluminação pública

A praça Duque de Caxias em Vila Velha e as ruas do entorno, foi o local escolhido para começar a modernização da iluminação pública da cidade.

O presidente do BC também reafirmou que “a conjuntura econômica continua a prescrever estímulo monetário extraordinariamente elevado”

Por Fabrício de Castro (AE)

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quinta-feira, 15, em palestra em evento promovido pela XP Investimentos, que o “choque fiscal explica parte da depreciação cambial dos emergentes”. No Brasil, em meio à pandemia do novo coronavírus e das preocupações do mercado financeiro em relação à sustentabilidade fiscal do País, o dólar acumula alta de cerca de 40% ante o real em 2020. Nesta quinta, Masi cedo, a moeda americana à vista era negociada a R$ 5,6095.

Na palestra, o presidente do Banco Central repetiu uma série de mensagens dos documentos mais recentes do BC sobre política monetária. Conforme Campos Neto, “devido a questões prudenciais e de estabilidade financeira, o espaço remanescente para utilização da política monetária, se houver, deve ser pequeno”.

“Consequentemente, eventuais ajustes futuros no atual grau de estímulo ocorreriam com gradualismo adicional e dependerão da percepção sobre a trajetória fiscal, assim como de novas informações que alterem a atual avaliação do Copom sobre a inflação prospectiva”, registrou Campos Neto.

O presidente do BC também reafirmou que “a conjuntura econômica continua a prescrever estímulo monetário extraordinariamente elevado” e que a instituição não tem a “intenção de reduzir o grau de estímulo monetário, a menos que as expectativas de inflação, assim como as projeções de inflação de seu cenário básico, estejam suficientemente próximas da meta de inflação para o horizonte relevante de política monetária”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunicações suspeitas ao Coaf aumentaram 40%, diz Febraban

Segundo presidente da Febraban, houve um crescimento "exponencial" de fraudes bancárias e tentativas de desvios de verbas públicas

Fundo para municípios do sul deve ser extinto

O Fundo de Desenvolvimento Econômico do Sul do Espírito Santo (Fundesul) será extinto. A medida está no Projeto de Lei (PL) 511/2020, encaminhado pelo governador Renato Casagrande (PSB) à Assembleia Legislativa (Ales).

Petrobras aprova guia de conduta ética para fornecedores

O guia reforça ainda que os fornecedores devem promover condições dignas e seguras de trabalho aos seus empregados

Mauricio de Sousa comemora o seus 85 anos

Pai de dez filhos, Mauricio de Sousa se orgulha de ter colocado nas páginas dos gibis personagens moldados em seus herdeiros

Bandes abre linha de crédito para empresas capixabas

Os micro, pequenos e médios empresários capixabas vão ganhar apoio econômico para a retomada da economia no Estado.

INCC-M acelera a 1,69% em outubro, revela FGV

A principal influência para baixo sobre o INCC-M foi o gesso, que inverteu o sinal de alta de 0,30% em setembro

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 181
Continua após publicidade

Fique por dentro

Ajuste fiscal passa por reformas que aumentam produtividade, diz Bruno Funchal

Funchal disse que o teto dos gastos já endereçou o primeiro problema estrutural da questão fiscal brasileira

Pet – Um mercado sem crise

Segmento cresce na mesma proporção que o amor dos tutores por seus "filhos" A gente ama, cuida e não vive sem. Sendo eles pequenos, peludinhos...

Governo revisará projeção de queda do PIB para 2020 em novembro, diz secretário

"Todos os indicadores de atividade mostram um forte recuperação em V da economia", afirmou Waldery

Boletim aponta queda no turismo do Espirito Santo

O secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana, destacou a importância deste acompanhamento sistematizado, que permite o planejamento de ações cada vez mais eficientes

Vida Capixaba

Recept: Turismo receptivo ganha representação

Com o objetivo de ajudar a fortalecer o setor de turismo receptivo brasileiro, que conta com mais de 3 mil agências, foi lançada, nesta terça feira (27) a Recept (Associação Brasileira de Turismo Receptivo).

Qualificar ES abre 26 mil vagas em cursos on-line

O programa Qualificar ES abriu 26 mil vagas em cursos on-line gratuitos. Aqueles que possuem mais de 16 anos e acesso à internet já podem se inscrever.

Espírito Santo ganha novo espaço cultural

Os capixabas vão poder contar com mais um espaço para o crescimento e fomento da cultura no Estado

Banestes promove ações de conscientização

As ações são para conscientização e em apoio à Semana da Segurança Digital
Continua após publicidade