20.9 C
Vitória
sexta-feira, 14 junho, 2024

Botafogo vence Vitória na Copa do Brasil em triunfo apertado

Os cariocas ganharam pela quinta vez seguida ao bater o Vitória, por 1 a 0, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, no Engenhão

O Botafogo de Artur Jorge está ganhando corpo na temporada. Nesta quinta-feira, mesmo com uma escalação repleta de reservas, os cariocas ganharam pela quinta vez seguida ao bater o Vitória, por 1 a 0, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, no Engenhão.

Substituto do artilheiro Tiquinho Soares, machucado, o meia Eduardo atuou mais uma vez na frente e acabou definindo a vantagem mínima para o Botafogo. Depois de um primeiro tempo ruim e vaias, a equipe cresceu na etapa final com algumas modificações e poderia ter fechado o placar com mais gols.

- Continua após a publicidade -

O técnico Artur Jorge chegou ao Engenhão exaltando a Copa do Brasil, falando de sua importância e da dificuldade em vencê-la. Mas mandou um time completamente modificado na busca da quinta vitória seguida: foram sete trocas em relação ao time que vinha jogando e fez 2 a 0 no Flamengo, no domingo.

O treinador português salientou que “confia na força do elenco” para poupar peças importantes. Sem o artilheiro Tiquinho Soares, machucado, e com Tchê Tchê se recuperando de uma infecção (passou alguns dias internado), o comandante do Botafogo optou por descansar Damián Suárez, Bastos, Hugo, Danilo Barbosa, Marlon Freitas, Savarino e Júnior Santos, todos na reserva.

Chance para a torcida ver a estreia de Cuiabano na esquerda e Patrick de Paula iniciando um jogo como titular após mais de um ano de grave lesão no joelho. Eduardo virou atacante ao lado de Luiz Henrique, mas a dupla pouco produzia por causa do meio desentrosado e sem velocidade.

Investindo nos contragolpes, o Vitória chegou perto do gol por vezes, mas pecou na hora do golpe final. Em jogo abaixo do esperado, a forte vaia dos torcedores do time carioca no intervalo refletiu bastante a indignação com a apresentação do time.

Depois de uma etapa inicial ruim, a fase final começou com Cuiabano assustando em bomba de longe e com Dudu escorregando livre dentro da área em jogada de contra-ataque para abrir o placar aos visitantes.

Irritada, a torcida botafoguense começou a pedir a entrada de titulares com apenas oito minutos. Artur Jorge chamou o clamado Júnior Santos, além de Romero e Danilo Barbosa. As trocas surtiram efeito imediato, com bela trama, e Eduardo mandando às redes. Após troca de passes entre Romero e Júnior Santos, o camisa 33 tabelou com Jeffinho e cara a cara, não desperdiçou.

Júnior Santos ampliou logo depois, mas estava impedido. O jogo que era difícil, se transformou em um massacre botafoguense. Cuiabano parou novamente em Lucas Arcanjo, desta vez em cabeçada no meio da área, e Jeffinho também assustou.

O Botafogo fez grande pressão para ampliar nos minutos finais, Savarino até anotou, mas o VAR flagrou novo impedimento, o Vitória soube segurar o ímpeto carioca nos acréscimos e apostará no duelo de volta, no lotado Barradão, para reverter o placar e avançar às oitavas de final. Os cariocas terão o empate a seu favor. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA