22.4 C
Vitória
quarta-feira, 20 janeiro, 2021

Reunião da Câmara Interamericana de Transportes reúne 18 países na sede da ONU

Durante a XXVII Assembléia Geral Ordinária da CIT , representantes de 18 países latino-americanos, debateram desenvolvimento e solução de problemas atrelados aos meios de transportes.

A XXVII Assembleia Geral Ordinária da Câmara Interamericana de Transportes, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, reuniu representantes de 18 países latino-americanos. Nos dias 24 e 25 de maio,  além de debater o futuro do setor de transportes, eles celebraram os 15 anos de fundação da Câmara.

Problemas burocráticos que envolvem a navegação de cabotagem foram destaque na participação do  presidente da Federação Nacional de Agentes Marítimos (Fenamar) e diretor da Câmara Interamericana de Transportes (CIT), Waldemar Rocha Júnior, na XXVII Assembléia Geral Ordinária da Câmara.

Desafios nacionais

A representante da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD – United Nations Conference on Trade and Development), Luisa Rodriguez, apresentou estudo sobre cabotagem e o projeto de expansão desse modal nas Américas.

Em seguida, Waldemar Rocha Junior, diretor da CIT pelo modal aquaviário, reconheceu a exatidão do estudo e teceu comentários sobre o cenário brasileiro. Rocha Júnior incluiu impasses que prejudicam um desenvolvimento maior deste fundamental modal de transporte.

“Ainda há graves obstáculos acerca de burocracia imposta a navios e cargas de cabotagem. Um dos exemplos apontados é que, em muitos portos, o tratamento recebido pelo segmento é o mesmo de produtos destinados a exportação, quando o ideal seria uma maior facilitação”, detalhou o presidente à ES Brasil, após a reunião.

Ainda durante a Assembleia, o presidente destacou ainda o fato do preço do bunker (sobretaxa de combustível) imposto aos navios de cabotagem no Brasil ser maior que o valor do bunker destinado aos navios estrangeiros que atuam no longo curso.

Waldemar reiterou que esses dois itens impactam negativamente no incremento e desenvolvimento da cabotagem entre portos brasileiros. O presidente encerrou seu pronunciamento argumentando que a cabotagem e os demais modais não são concorrentes entre si e sim complementares. “O Brasil é carente de uma logística eficiente, seja para atendimento do mercado interno ou externo. E cada modal possui papel imprescindível, além de terem a prerrogativa de atuarem juntos”, finalizou Rocha Júnior

Destaques

Nesta quarta-feira (24), houve ainda a entrega de medalhas de Ordem do Mérito Interamericano de Transportes. E foram condecorados o presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Clesio Andrade, e o reitor associado da Universidade de Miami, Olivier Bouclier.

Também foi assinada uma resolução em apoio a Moção da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), reiterando o pedido para que seja atendida denúncia feita à Comissão dos Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA). A CNI acusa o governo brasileiro de não agir em relação à violência sofrida pelos transportistas no Rio de Janeiro (Brasil).

A próxima edição da Assembléia Geral será realizada na cidade de Arequipa, Peru, nos dias 22 e 23 de novembro de 2017.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

2ª onda não tem mesmas consequências econômicas da 1ª

Bruno Serra afirmou também que a instituição precisou adotar um grau de estímulo monetário "forte" no Brasil

Energia: em água, terra e ar

Pandemia acelera transição para alternativas mais limpas

Saída de dólar supera entrada em US$ 24,524 bi no ano, diz BC

Depois de encerrar novembro com entradas líquidas de US$ 438 milhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 4,955 bilhões em dezembro

Mercado Imobiliário sem crise

No “novo normal” imposto em 2020, consórcio de imóveis atrai ainda mais adeptos

Reinvenção durante a pandemia

O Governo do Estado está se mobilizando para minimizar os impactos gerados ao setor de comércio exterior

Setor já reage à crise, mas a passos curtos

Na contramão do impacto negativo, mercado de luxo multiplica vendas na quarentena

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Balança comercial do agronegócio soma US$ 100,81 bilhões em 2020

esses setores foram responsáveis por 80% das exportações do agronegócio em 2020, contra os 78,9% de participação registrados em 2019

Conab estima colheita de 264,8 milhões de toneladas de grãos

A Conab ressalta que, neste quarto levantamento, houve uma revisão da periodicidade e metodologia do quadro de oferta e demanda de arroz

2ª onda não tem mesmas consequências econômicas da 1ª

Bruno Serra afirmou também que a instituição precisou adotar um grau de estímulo monetário "forte" no Brasil

Vida Capixaba

prêmio de fotografia ‘As belezas que Anchieta viu’

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) divulgou, nesta terça-feira (19), o resultado do prêmio de fotografia “As belezas que Anchieta viu”

Novas espécies de insetos são descobertas no Espírito Santo

Oito novas espécies de insetos foram descobertas na região norte do Espírito Santo

Festival verão sem aglomeração

O Festival de Verão sem Aglomeração acontece de 18 a 23 de janeiro

Vai um queijinho aí?

O município de Ibitirama ganhou sua primeira agroindústria, o negócio é uma queijaria e foi o primeiro estabelecimento de 2021
Continua após publicidade